Seguidores

Sejam Todos Bem Vindos!!! Deixem seus comentários, sugestões e críticas

Parabéns Educadores e Demais Cidadãos Gaúchos!!! Yeda (Nota Zero, Déficit Zero e Aumento Salarial Zero) Já Foi Demitida, MAS, deixou seus representantes no Governo e na Assembleia Legislativa!

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Cpers ingressa com ação contra Estado

28/02/2014 - 11h47min
O Cpers/Sindicato ingressou, nesta sexta-feira, na justiça contra o Estado. O objetivo é obrigar a Secretaria da Educação (Seduc) a nomear mais professores e impedir a contratação de profissionais temporários. A informação que a entidade entraria com a ação foi repassada durante entrevista coletiva na terça-feira.

A entidade alega que menos de 5% dos mais de 13 mil professores foram chamados e que o Estado já abriu edital no início deste ano para contratar mais professores temporários. A presidente do Cpers, Rejane Oliveira, ainda denunciou a falta de Planos de Prevenção contra Incêndio em diversas escolas
http://www.radiofandango.com.br/archive/valor.php?noticia=34791
Por Siden
 

Liminar determina redução na tarifa dos ônibus de Passo Fundo
Com a decisão da Justiça, valor cobrado será de R$ 2,30
28/02/2014 19:23
O Juiz Dalmir Franklin de Oliveira Júnior, da 1ª Vara Cível da Comarca de Passo Fundo, deferiu liminar, a pedido do Ministério Público (MP), fixando o valor da tarifa do transporte coletivo em R$ 2,30.
[...]
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=519742



Tarso considera "desnecessária" suspensão do edital de helicópteros 
TCE emitiu medida cautelar determinando a interrupção do processo
01/03/2014 13:44
A assessoria de imprensa do governador Tarso Genro emitiu nota, no início da tarde deste sábado, sobre a suspensão do edital para compra de helicópteros para a Secretaria de Saúde do Estado. Segundo o texto, “o governador considera desnecessária a interrupção porque, se houver dúvida sobre a legalidade, ele mesmo vai solicitar outro".
[...]
Na tarde de ontem, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) emitiu medida cautelar determinando a suspensão do processo de licitação para aquisição dos dois equipamentos para a Secretaria da Saúde. O valor das duas aeronaves passa de R$ 26,5 milhões.
[...]
Fonte: Gabriel Jacobsen / Rádio Guaíba
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=519790

.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Sala de aula vira cozinha e banheiros viram salas em escola de Lajeado

Prédio onde funcionavam salas, cozinha e refeitório foi demolido e nova construção aguarda aprovação
Vanessa Kannenberg - 26/02/2014 | 15h50
Foto: Rodrigo Martini
A demolição de um dos prédios da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Pedro I, a maior de Lajeado, no Vale do Taquari, provocou uma série de improvisações, como a utilização de banheiros para a sala de recursos e de orientação. A medida foi aprovada pelos representantes dos pais dos 600 alunos, em fevereiro de 2013, mas o que eles não esperavam é que a construção de um novo prédio fosse demorar mais de um ano.

Ao levar a filha que passou para o 5º ano, na volta do ano letivo, Jane Teresinha Franco da Silva, 42 anos, se deparou novamente com classes instaladas sobre vasos sanitários em dois banheiros do prédio que permaneceu em uso, além de uma sala ainda utilizada como cozinha e o saguão, apenas coberto, feito de refeitório.

— O que mais me indigna é que a escola deveria ser um espaço de estímulo para as crianças, mas como elas vão se estimular estudando sobre vasos, sem falar que o lugar fede a banheiro, e apertadas nos pátios, porque os entulhos do prédio ainda estão lá? — questiona a técnica em enfermagem.

No ano passado, Jane se reuniu com a diretoria e com a secretária municipal de Educação, pedindo, mais de uma vez, soluções ágeis para o caso. Ela conta que obteve diversas "promessas", mas nenhum prazo.

Segundo a diretora da Dom Pedro I, Vania Lima, as improvisações foram aprovadas pela comunidade escolar para evitar que os alunos atrasassem o ano letivo. O prédio foi demolido em março de 2013.

— Todos acharam melhor construir um novo do que reformar, porque poderíamos construir uma estrutura para mais alunos e até mesmo mudar a localização dele para aumentar a área do pátio — explica Vania.

Ainda conforme a diretora, os dois banheiros não eram utilizados quando foram transformados em salas. Ela ressalta, também, que eles eram usados apenas como sala de recursos (para atender alunos com dificuldade de aprendizado) e de orientação e por tempo limitado, “nunca um turno inteiro”. No entanto, ela admite a demora na solução do problema.

— Nossa intenção não era que demorasse tanto, mas o projeto passou por várias mudanças no último ano e agora aguarda aprovação da prefeitura — conclui Vania.
[...]
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2014/02/sala-de-aula-vira-cozinha-e-banheiros-viram-salas-em-escola-de-lajeado-4430887.html
 

Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo/CPERS-Sindicato.
.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Cpers pedirá na Justiça mais rapidez na nomeações de professores no RS

Sindicato prepara ação coletiva para acelerar ingresso de aprovados.
Entidade também quer impedir que governo faça contratações temporárias.
25/02/2014 13h50
O Centro dos Professores do Estado (Cpers/Sindicato) vai entrar com uma ação coletiva na Justiça até esta quarta-feira (26) para acelerar a nomeação dos professores aprovados no concurso público do magistério do ano passado, no Rio Grande do Sul. A entidade também quer impedir que o governo faça contratações temporárias, como mostra a reportagem do Jornal do Almoço.

 Em coletiva na manhã desta terça-feira (25), a presidente do Cpers, Rejane de Oliveira, criticou a forma de nomeação do estado. Até agora, 625 professores foram chamados, mas Rejane acredita que o processo deveria ser mas rápido porque esse número, segundo ela, representa 5% do total. A presidente também criticou um edital para cadastro temporário de contratação, lançado em janeiro deste ano.

"Os contratos antigos, achamos que os trabalhadores contribuem com a educação, devem continuar. Eles não têm culpa do que aconteceu com eles. Agora, não podemos admitir que o governo abra novas contratações emergenciais sem chamar aqueles que foram aprovados no concurso", argumentou Rejane.

O Cpers não apresentou números, mas sustenta que muitas escolas não começaram o ano letivo por causa de obras atrasadas e por falta de professores. No dia 14 de março, a categoria fará uma assembleia para discutir as reivindicações ao governo. A possibilidade de greve não foi descartada.
http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2014/02/cpers-pedira-na-justica-mais-rapidez-na-nomeacoes-de-professores-no-rs.html
Por Siden
.

Professores fazem passeata no centro do Rio em dia de paralisação

Os professores reivindicam a aplicação de um terço da carga horária para o planejamento das aulas
24.02.14 - 21h16
Os professores reivindicam a aplicação de um terço da carga horária para o planejamento das aulas Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil
Um grupo de professores do Estado e do município do Rio de Janeiro saiu em passeata, da Igreja da Candelária à Cinelândia, na tarde desta segunda-feira, no centro do Rio de Janeiro. O protesto faz parte da paralisação de 24 horas nas escolas estaduais e municipais, ocorrida hoje. Os professores reivindicam a aplicação de um terço da carga horária para o planejamento das aulas, o que não vem acontecendo, conforme a coordenadora-geral do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe-RJ), Marta Moraes.

"Nós fizemos uma paralisação de 24 horas para denunciar à população o que está acontecendo com a educação no estado e no município do Rio. Temos questões cruciais, que não foram cumpridas, como um terço de planejamento. Isso é importante para o professor organizar as aulas, preparar as provas e investir na própria formação. Isto é lei, mas até hoje não foi cumprida", disse Marta.

O protesto dos professores foi acompanhado por forte esquema de policiamento, mas não houve atritos, e a passeata terminou de forma pacífica, na Cinelândia, em frente à Câmara de Vereadores. O trânsito na região central, que já está congestionado por causa de mudanças feitas pela prefeitura, com a derrubada do Elevado da Perimetral e o fechamento do Mergulhão da Praça XV, ficou ainda pior, com a interdição parcial da avenida Rio Branco, durante a passeata.

Agência Brasil

Fonte: Portal Terra
Por Siden

 


Servidores do Grupo Hospitalar Conceição decretam estado de greve 
Trabalhadores já agendaram paralisações de advertência nos dias 11 e 20 de março 
25/02/2014 15:41
Os funcionários do Grupo Hospitalar Conceição decretaram estado de greve após a realização de assembleia na tarde desta terça-feira. Com a decisão, já foram agendadas paralisações de advertência nos dias 11 e 20 de março. Os trabalhadores do Hospital Conceição devem paralisar as atividades entre 7h e 19h.

A categoria reivindica aumento real de 4% para todos os servidores e equiparação do vale-alimentação ao valor pago aos funcionários do Hospital de Clínicas, considerado parâmetro para os servidores federais. “A nossa luta é para fechar ainda as convenções de dissídio coletivo do ano passado. Mas temos outros pontos importantes que fecharam a greve de 2012 como o subsídio de R$ 350 para a alimentação. Além disso, queremos acabar com a partidarização na eleição nos gestores do GHC. A interferência partidária no dia a dia é muito grande”, sustenta o presidente da Associação dos Servidores, Valmor Guedes.

Os trabalhadores não descartam a participação em reunião de negociação com a direção do GHC. Está agendada uma nova assembleia no dia 7 de março para uma nova rodada de propostas da administração. Em reunião no último dia 21, a diretoria do hospital informou que não haveria qualquer concessão de aumento. A direção do grupo ainda não se manifestou a respeito da ameaça de greve.
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=519429
.

domingo, 23 de fevereiro de 2014

CONSTRUÇÃO DA GREVE!

Por Siden* - 23.02.14
É momento de construir,

Tijolo com tijolo

Num desenho mágico,

Assim, canta,

O grande Chico...



Momento de cobrar promessas,

De questionar,

Por que alguns ignoram a Lei?

Então, pode burlar?




Tempo de construção...

Coragem não falta,

Repetindo o poeta,

Tijolo com tijolo,

Num desenho lógico...
 


Época de construção...

E muita interrogação???

Mas, por que mesmo,

A Lei não vigora?


 

Momento de construção,

Basta de postergação,

De enganação!


 


É tempo de construção,

Chega de migalhas, de contramão,

Voto por Voto,

Época melhor,

Que, ano de Eleição?




Ninguém passou impunemente,

Não esquecemos promessas do passado,

Não capitulamos, apenas,

Recuo estratégico, calculado!

A categoria segue em Frente,

Agora, é GREVE, por tempo indeterminado!


*Siden Francesch do Amaral é Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo/CPERS-Sindicato.
.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

NOTA DO 14º NÚCLEO CPERS/SINDICATO

21.02.14 - 21:45
Considerando o recente escândalo noticiado na imprensa referente ao escritório Dal Agnol, o CPERS/Sindicato recebeu diversas ligações de TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO solicitando que seus processos passem à entidade.

A migração está autorizada em face de que, cabe ao cliente, escolher o profissional advogado que continuará a cuidar dos seus processos.

Para isso, o associado deverá comparecer à sede do Núcleo.

Siden Francesch do Amaral- Diretor Geral do 14º Núcleo CPERS/Sindicato.

 

Leia no Blog Opinião Dorotéia:
Deputados defendem texto do PNE aprovado pela Câmara 

Fim de férias: inicia o ano letivo!

FIM DE FÉRIAS INICIA O ANO LETIVO


Sempre foi assim, o ano no Brasil só inicia para valer na prática no inicio do ano letivo. Nesta época, principalmente quando, a criançada, os jovens e todos os estudantes voltam às salas de aulas desde o maternal a universidade. Movimentando de uma forma geral os demais setores da sociedade. Momento exuberante e singular para todos que vislumbram um futuro promissor, um tempo especial onde os sonhos, os planos, os projetos são feitos e lançados para a concorrência da vida. O período de férias é salutar e de extrema importância para que possamos descansar e repor nossas energias e voltar às atividades como muita disposição e alegria param mais uma jornada até o fim de mais um período de labuta.
voltando das férias
20.02.14 - Por Cícero Barros*
Sempre foi assim: o ano no Brasil só inicia para valer, na prática, no inicio do ano letivo. Nesta época, principalmente, é quando a criançada, os jovens e todos os estudantes voltam às salas de aulas, desde o maternal a universidade. Movimentando de uma forma geral os demais setores da sociedade. 
Momento exuberante e singular para todos que vislumbram um futuro promissor, um tempo especial onde os sonhos, os planos, os projetos são feitos e lançados para a concorrência da vida.
O período de férias é salutar e de extrema importância para que possamos descansar e repor nossas energias e voltar às atividades com muita disposição e alegria para mais uma jornada, até o fim de mais um período de labuta.
. Porquanto ,analise agora vencerá a maratona quem melhor souber aproveitar com sabedoria muita prudência este período tão peculiar para todos os educando que visam uma vida melhor.
Chegaremos ao momento dos reencontros entre antigos e novos colegas de aula, novos turmas, novas séries. Para muitos, a alegria de iniciar uma nova escola, faculdade ou universidade.
Contentamento de reencontrar novos mestres e, principalmente, com todos os professores veteranos e funcionários. É o momento de contar as novidades das férias. Isso sem falar do novo material e a grande disposição para o início de mais um ano letivo repleto de expectativas para o novo período.
Esmerados jovens: é chegado o momento da seriedade. Porquanto, vencerá a maratona quem melhor souber aproveitar, com sabedoria e muita prudência, este período tão peculiar para todos os educando que visam uma vida melhor!
O período de férias é salutar e de extrema importância para que possamos descansar e repor nossas energias e voltar às atividades como muita disposição e alegria param mais uma jornada até o fim de mais um período de labuta.
voltar aos estudos é salutar
Tempo que não volta mais e que poderá ficar simplesmente na recordação como uma ocasião distinta. No entanto, aqueles que, com sabedoria treinaram e aperfeiçoaram com dedicação este período de aprendizagem, com certeza, colherá bons frutos.  Melhor será, profissional competente, em qualquer área que tenha afinidade, logo, permanecerá realizado e feliz.
Quem não utilizou esse momento com confiabilidade, poderá permanecer no eterno lamento e ressentimento. "Ah, deveria ter agido assim, ou se estivesse aproveitado, caprichado melhor o tempo com os estudos e, se não houvesse desperdiçado tempo com futilidades, se pudesse ter administrado as oportunidades que a vida ofereceu... mas infelizmente deixei passar, talvez hoje não estivesse nesta situação e assim por diante, se conseguisse voltar atrás, faria tudo diferente, mas agora é tarde etc. etc."

Portanto, todos aqueles que, desde agora, estão se preparando e adquirindo conhecimento, têm uma missão especial e de muita responsabilidade, para serem administradores de uma nova era de suas vidas, principalmente como futuros trabalhadores, construtores de uma nova sociedade mais sofisticada, concorrida e que, devem lutar para ser melhor do que agora. Tudo vai depender de qual modo irão aplicar o saber: se a serviço da vida ou de outros interesses contrários à vida. Todos passam por esta realidade esplêndida da vida e que fazem parte das etapas do desenvolvimento de aprendizagem, desde os anos mais tenros, nos emolduramos neste circulo natural do ser humano até completar o processo finito de nossa vida física.


a leitura transforma o homem ajuda pensar melhor
Portanto, quero chamar à reflexão aos educando de todas as faixas etárias a assumirem com entusiasmo este momento nobre. Mesmo que alguns achem chato estudar, anulem este pensamento. E façam dos estudos a prioridade prazerosa de suas vidas. 
Apreciem projetos para o futuro, pensem nas responsabilidades e atos que terão que responder como agentes da sua própria história. Não permitam que estranhos fora de sua formação possam intervir no seu processo de ensino. Seja genuíno na construção de sua personalidade e tornem-se seguros de si mesmo, sempre com a orientação de quem tanto os amam, seus pais e essencialmente seus mestres na educação!
*Cícero Barros é Professor de Filosofia - Campo Bom - RS 

http://www.analiseagora.com/2012/02/fim-de-ferias-inicia-o-ano-letivo.html
.

Propostas para a Assembleia Geral

Assembleia Regional do 14º:
Dia 11.03.14, às 13h30min, na Câmara Leopoldense, próximo à rodoviária.

Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo.


Decretada prisão preventiva de advogado suspeito de lesar 30 mil clientes 
Golpe pode ter movimentado mais de R$ 100 milhões 
21/02/2014 16:57
O juiz Orlando Faccini Neto, da 3ª Vara Criminal do Foro de Passo Fundo, decretou nesta sexta a prisão preventiva do advogado Maurício Dal Agnol e estabeleceu pagamento de fiança de R$ 724 mil à esposa dele Márcia Fátima da Silva Dal Agnol, e de R$ 144,8 mil para mais três pessoas detidas em uma operação conjunta da Polícia Federal e do Ministério Público. O grupo é suspeito de formar uma quadrilha para se apropriar de indenizações de cerca de 30 mil clientes, ao longo de 15 anos, em processos judiciais. O magistrado também aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público, e os cinco viraram réus em um processo criminal.

A Promotoria de Justiça de Passo Fundo denunciou Maurício Dal Agnol, Márcia Fátima da Silva Dal Agnol (esposa de Maurício e que coordenaria o escritório de advocacia), Pablo Geovani Cervi (advogado suspeito de colaborar na captação de clientes), e Vilson Belle e Celi Acemira Lemos (suspeitos por aliciarem clientes para outorgarem procurações aos advogados).

A denúncia foi assinada pelos promotores de Justiça Álvaro Poglia, Marcelo Juliano Silveira Pires e Júlio Balardin. O superintendente da Polícia Federal do RS, Sandro Caron, também acompanhou os trabalhos .O valor total desviado atingiria mais de R$ 1,6 milhão, mas a estimativa é de que o esquema tenha movimentado mais de R$ 100 milhões. Os golpes ocorreriam em Passo Fundo e em Bento Gonçalves.
[...]
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=519139
.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

IPE-Saúde: falta de quórum impede aprovação de projeto

18/02/2014 17:20
Mais uma vez a falta de quórum impediu a votação do Projeto de Lei que inclui pais e mães no IPE-Saúde (PL 154/2011). A inclusão é uma das reivindicações da categoria. A movimentação na Assembleia Legislativa começou no final da manhã desta terça-feira (18), quando diretores do sindicato, juntamente com membros da categoria, acompanharam a reunião de líderes.

De acordo com o projeto, o servidor contribuinte do IPE-Saúde que receber mensalmente remuneração bruta de até quatro vezes o valor máximo estabelecido em lei para o piso regional, poderá inscrever gratuitamente aquele genitor ou genitores, quando for o caso, cuja dependência econômica do filho seja comprovadamente observada.

João dos Santos e Silva, assessor de imprensa do CPERS/Sindicato
http://www.cpers.org.br/index.php?&menu=1&cd_noticia=3846
Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo.

 


 

PMs e bombeiros do DF recusam proposta salarial
Jéssica Gonçalves - 18/02/2014 - 19h49 
Os policiais militares e bombeiros do Distrito Federal decidiram, em assembleia realizada nesta terça-feira (18), recusar a proposta de reajuste salarial oferecida pelo Governo. A assembleia reuniu cerca de 10 mil praças em frente ao Palácio do Buriti. Os PMs e bombeiros vão oferecer uma contraproposta ao Governo nessa quarta-feira.
http://radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2014-02/pms-e-bombeiros-do-df-recusam-proposta-salarial
 


Yeda Crusius volta a ser ré em ação de improbidade
Decisão do magistrado, responsável pelo maior caso da Justiça Federal gaúcha, coloca ex-governadora na condição de ré
19/02/2014 | 19h14
Na tarde de terça-feira, o juiz Loraci Flores de Lima, titular da 3ª Vara Federal de Santa Maria, determinou o prosseguimento em relação à acusação de improbidade administrativa - desdobramento da Operação Rodin. Segundo informações da assessoria do magistrado, a medida é uma decorrência do julgamento de setembro do ano passado, quando o Superior Tribunal de Justiça (STJ) colocou a tucana na condição de ré na ação de improbidade. Ainda de acordo com a assessoria do juiz, a decisão de mantê-la como ré é provisória, já que a decisão do próprio STJ também não é definitiva. Nos próximos dias, a ex-governadora deve ser notificada para que, então, possa dar encaminhamento a sua defesa.

Com isso, a ex-governadora Yeda Crusius (PSDB) voltou a ser ré em uma das ações de improbidade. A tramitação do processo da tucana estava suspensa desde agosto de 2011, quando aguardava a confirmação do Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre a competência da Justiça Federal quanto a processar e, inclusive, a julgar governadores de Estado. Yeda chegou a ser excluída por outras duas vezes da ação, no entanto, o Ministério Público Federal (MPF) acabou recorrendo.

Na ação de improbidade administrativa, recaem sobre a ex-governadora as acusações de prejuízo ao erário público, enriquecimento ilícito e violação dos princípios constitucionais da administração pública.
[...]
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/noticia/2014/02/juiz-loraci-determina-prosseguimento-da-acusacao-de-improbidade-contra-yeda-4424619.html
.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

O filósofo, o tempo e poesia...

Por Siden* - 16.02.14

Tudo são números,

Dizia o filósofo, matemático...

Todo mês te batem a carteira,

A Lei garante teu direito!


Mumbay 20 graus, sol,

Londres, 6 graus, claro...

20 horas perde-se em torno de 600,

40 horas perde-se muito mais...


O vento sopra suavemente,

Acaricia a face,

O poste balança pendurado ao fio...

O farfalhar das folhas,

Ameniza o calor...


Vem março,

Momento de cobrar promessas,

O Palácio treme,

A assinatura compromete..


Os que dividem não são ouvidos,

Bom senso prevalece,

Basta de injustas perdas,

A temperatura volta a subir...


Ninguém nos impõe condições...

Não nos dobramos à ameaças,

O coração soa no peito,

O sangue pulsa nas veias,

É pura indignação!


Um, dois, três dias..

Esse jogo já se conhece,

É partida de compadre,

Perda de tempo, dá em nada...


Correr riscos...

Tem que ter coragem,

Ou se avança agora,

Ou contenta-se com migalhas...

*Siden Francesch do Amaral é Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo/CPERS-Sindicato.

.

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Conselho Geral Ampliado delibera pela construção da greve

14/02/2014 16:35
Reunido nesta sexta-feira (14), o Conselho Geral Ampliado do CPERS/Sindicato deliberou pela construção de uma greve por tempo indeterminado. O processo se dará através de visitas e debates com a categoria nas escolas, com as assembleias regionais acontecendo até o dia 11 de março. O Conselho Geral da entidade volta a se reunir no dia 13 de março. Já no dia 14 de março, a categoria se reunirá em assembleia geral, a partir das 13h30min, no Gigantinho, em Porto Alegre.

João dos Santos e Silva, assessor de imprensa do CPERS/Sindicato
Foto: Vinícius Roratto
http://www.cpers.org.br/index.php?menu=1&cd_noticia=3841

Por Siden
.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Concurso: governo não nomeia o total de aprovados, mesmo com falta de profissionais

13/02/2014 12:02
O concurso do magistério realizado no ano passado aprovou cerca de 13 mil candidatos, sendo que muitos estão em sala de aula, com contratos temporários, apenas aguardando nomeação. Mas o governo, mesmo sabendo da necessidade urgente de nomear os aprovados, decidiu fazer as nomeações em singelas prestações. Começou nomeando pouco mais de oitenta professores. Depois anunciou a nomeação de aproximadamente 500 profissionais. Até o momento, as nomeações representam cerca de 4,5% do total de aprovados.

Os dois últimos concursos feitos pelo governo foram organizados no sentido de aprovar o mínimo de candidatos, inclusive com mudanças no edital durante o certame, impedindo, sobretudo, que muitos contratados, que contribuem com o processo educacional há muitos anos, não consigam regularizar a sua situação.

O CPERS/Sindicato reafirma a sua bandeira histórica de lutar por concurso público e nomeações, tantas quantas forem necessárias para regularizar a situação dos contratados. O sindicato não admite manobras para impedir nomeações.

O sindicato já colocou em sua agenda de negociação com o governo o ponto da necessidade de nomear todos os aprovados, regularizando a situação de muitos contratados, e mantendo os atuais contratos, em torno de 27 mil. Essa necessidade torna ainda mais premente uma vez que o estado terá que, a partir do início do ano letivo, organizar sua grade considerando a jornada extraclasse como hora-aula e não hora relógio, com 13 períodos no regime de trabalho de 20 horas, independente da duração de cada um deles. Despacho judicial determina o cumprimento do 1/3 de hora atividade desta forma.

Além disso, a direção do sindicato aprovou uma política específica de mobilização para os aprovados no concurso que ainda não foram nomeados. Essa política será debatida pelo Conselho Geral Ampliado do dia 14 de fevereiro.

João dos Santos e Silva, assessor de imprensa do CPERS/Sindicato
http://www.cpers.org.br/index.php?&menu=1&cd_noticia=3839


 
Alteração de níveis para funcionários incluídos no Plano de Carreira
13/02/2014 11:53 
O CPERS/Sindicato orienta os funcionários de escola que foram incluídos no Plano de Carreira, a partir de dezembro de 2013, e que necessitem mudar de níveis a protocolar a documentação necessária junto às Coordenadorias Regionais de Educação o mais breve possível, a fim de não perderem os prazos para a inclusão. O protocolo é necessário, uma vez que algumas coordenadorias estão se negando a receber a documentação por vias normais.

 
PL que inclui pais no IPE Saúde está na Ordem do Dia da Assembleia Legislativa
13/02/2014 11:53 
O PL 154/11, que inclui pais no IPE Saúde, consta na relação de projetos que serão apreciados na próxima terça-feira (18) pela Assembleia Legislativa. O CPERS/Sindicato estará mobilizado para acompanhar a sessão do Legislativo.
 
Por Siden

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Motoristas e Professores: percebidos como necessários na ausência

O que há de comum entre as duas categorias?
Angela Maieski* - 12.02.14
Ambas transportam seres humanos rumo ao seu destino. Alguns trabalham em condições difíceis, pela área que atendem, ou por superlotação, assim como a violência que se alastra na sociedade e acaba afetando uma e outra categoria. Em períodos de temperaturas elevadas, outro problema, pois ar condicionado passa a ser uma necessidade, já que tanto ônibus quanto salas de aula abrigam um número considerável de pessoas em espaço restrito. São funções que geram uma carga considerável de estresse.

Motoristas de ônibus recebem R$ 1.867,74  (dez/2013) de acordo com dados coletados nos meios de comunicação e sua co-participação no plano de saúde é de R$ 40,00 – valor esse que corresponde a aproximadamente 2,2% do salário -  e esperam que seja reduzido para R$10,00.  Recebem R$ 16,00  de vale-alimentação e reivindicam  que o valor seja reajustado para R$ 19,00.

Professores da rede estadual do RS devem receber – apesar de uma reposição de 76% nos últimos quatro anos – R$ 1.260, ao fim de 2014. Descontam 3,1 %  do salário para o IPE Saúde e recebem R$ 7,57 de vale refeição, em parte estornado, assim como ocorre com o vale-transporte de R$ 2,80. Com os estornos legais, os valores diminuem.

Milhares de motoristas e cobradores também reivindicam  uma justa redução da jornada de trabalho de sete horas e 10 minutos para seis horas.

Profissionais de áreas diferentes, mas de fundamental importância para a sociedade. As condições de trabalho e de remuneração não diferem muito.  Talvez a única diferença seja que a maioria dos professores investe tempo e dinheiro para obter uma graduação universitária para tentar transportar seus alunos ao destino e ao mesmo tempo, instigando-os a estudar para que tenham maiores oportunidades de desenvolvimento, apesar de seus mestres ganharem tão pouco.

Greve atrapalha a sociedade, mas a ausência de profissionais também costuma afetá-la. Em breve, iniciam-se as aulas na rede pública estadual. Alunos e professores terão transporte público a disposição, em Porto Alegre, mas e apesar dos mais de 10 mil aprovados no concurso esperando nomeação, o ano letivo vai iniciar mais uma vez, com ausência de regentes em muitas salas de aula. Os processos seletivos para contratos emergências já iniciaram, enquanto os concursados aguardam pacientemente, sem nem mesmo poder fazer uma greve.

Condutores de destinos, percebidos como necessários na ausência.

* Angela Maieski é professora estadual em Novo Hamburgo
Por Siden

Prefeito de Titico Araújo paga piso nacional para os professores já com reajuste de 8,32% em janeiro

Os professores da rede municipal de ensino do município de Tenente Laurentino irão receber seus salários com reajuste de 8,32% já neste mês de janeiro como também 1/3 de férias. O aumento equipara os ganhos dos profissionais com o piso nacional.
A adoção do piso salarial dos professores de Tenente Laurentino é mais uma demonstração do compromisso da atual gestão com os servidores e com a educação de qualidade do município.
O Secretário de Administração Helder Araújo destaca que o piso salarial entra em vigor na folha do mês de janeiro. "Somos uma administração que entende que o professor precisa ser valorizado para que trabalhe mais motivado, de modo que sua prática contribua para a melhoria da qualidade da educação municipal, e com isso a administração dar um grande passo para aprimorar o ensino público na rede municipal, pois professor bem remunerado tem qualidade assegurada'' ressalta o secretário.
Do blog: Tenete Laurentino

Fonte: Blog SINDISERJ-RN

Por Siden


Banrisul divulga lucro líquido de R$ 791,6 milhões em 2013
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=518395
Banco do Brasil tem lucro líquido de R$ 15,8 bilhões em 2013
Crédito imobiliário atingiu saldo de R$ 24,1 bilhões em dezembro de 2013
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=518463
Nota do Blog: Dinheiro tem. Boa parte do lucro vem dos juros do limite e do crédito 1 minuto de Educadores!



MPF denuncia ex-prefeito de Alvorada e mais 19 na Operação Cartola 
Político, servidores e empresários teriam usado companhia de marketing para desviar recursos 
12/02/2014 19:58 
O Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul denunciou à justiça 20 pessoas acusadas de participar de fraudes na prefeitura de Alvorada, Região Metropolitana. Entre os envolvidos estão o ex-prefeito João Carlos Brum, servidores públicos municipais e empresários que contrataram com o poder público municipal. Ele são investigado pela prática dos crimes de formação de quadrilha, de responsabilidade e por contrariar a Lei de Licitações.

Os denunciados foram investigados pela chamada Operação Cartola, desencadeada pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado, na qual foi comprovado o desvio de recursos públicos federais oriundos do Fundef/Fundeb durante os anos de 2006 a 2009. Na época, os acusados se valeram de um contrato que a prefeitura de Alvorada mantinha com a empresa PPG (Planning Propaganda e Marketing Ltda.).

Por meio do contrato, segundo o MPF, os envolvidos geraram gastos e despesas públicas com a realização de serviços não contemplados em vez de abrir licitatação, segundo explicou o procurador da República Mark Torronteguy Nunez Weber. Com isso, os denunciados apropriaram e desviaram recursos federais compartilhando os “lucros” resultantes.
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=518425

.

Justiça determina o cumprimento da atividade extraclasse como hora-aula e não hora relógio

12/02/2014 10:31
Despacho emitido pelo juiz José Antônio Coitinho, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, determina o cumprimento na rede estadual de ensino de decisão liminar sobre a lei do 1/3 de hora-atividade, a partir do início do presente ano letivo.

O Estado será formalmente intimado desta decisão em breve. A assessoria jurídica do CPERS/Sindicato já solicitou ao cartório responsável máxima urgência na intimação.

De acordo com o despacho, a lei deve considerar a hora-aula e não a hora relógio. Portanto, as escolas deverão organizar suas grades com 13 períodos, considerando a hora-aula, para uma jornada de 20 horas semanais.

O despacho do juiz José Antônio Coitinho reafirma liminar obtida pelo CPERS/Sindicato no final de 2012, mas que a Secretariada Educação (Seduc) não vinha respeitando.

Para a presidente do CPERS/Sindicato, Rejane de Oliveira, o governo não tem mais justificativas para continuar descumprindo a lei. “Foi quase preciso o juiz desenhar como deve se dar o cumprimento da lei para que o governo pudesse entender”, observa Rejane.

Veja o despacho:
Julgador: José Antônio Coitinho
Despacho: Vistos. Intime-se a parte autora da manifestação e documentos de fls. 118/195. No entanto, consigno desde já, face a urgência da demanda e que breve é o início do ano letivo de 2014, que deverá ser considerado, para cumprimento da tutela antecipada deferida, a hora-aula, não a hora relógio. Intimem-se. Diligências legais.

João dos Santos e Silva, assessor de imprensa do CPERS/Sindicato
http://www.cpers.org.br/index.php?&menu=1&cd_noticia=3827
Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo.


Funcionários de universidades federais entram em greve dia 17 de março 
12/02/2014 13:45 
Os funcionários técnico-administrativos das instituições federais de ensino superior decidiram entrar em greve a partir do dia 17 de março. Segundo Paulo Henrique dos Santos, um dos coordenadores gerais da Fasubra (Federação de Sindicato de Trabalhadores Técnico-Administrativo em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil), a categoria busca o cumprimento total do acordo de greve de 2012.

A decisão foi tomada em uma plenária realizada no final de semana, quando foram apurados os resultados das assembleias nas universidades. Santos informou que a participação foi maciça e que a paralisação foi aprovada por ampla maioria.
[...]
http://www.cpers.org.br/index.php?&menu=1&cd_noticia=3834
.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

O Rio Grande a 40 graus

Por Siden* - 11.02.14
 
Quarenta graus tem sido uma constante da temperatura máxima no RS nos último dias. Ou em torno disso...

Lembrei-me daquela música que dizia Rio a 40 graus.

No RS conseguimos inovar.

Com a "parceria" da AES SUL conseguimos alcançar a marca de 40 graus e sem energia. O Vale dos Sinos que o diga...

Quarenta graus e sem energia!

Como afirma o adágio popular "nada é tão ruim que não se possa piorar".

Outras novidades?

A justiça reafirmou que a hora atividade é hora-aula e não hora relógio.

Vou reforçar: Hora atividade é hora-aula e não hora relógio.

O Piso nacional agora é de R$ 1.697,00.

Governo Tarso continua FORA DA LEI.

Desculpem isso não é novidade...

Faça as contas de quanto você está perdendo.

É bastante!

RS a 40 graus!

Algo me diz que o próximo mês será ainda de calorão ... para o governo.

Março promete...

Talvez o calor se estenda em boa parte do outono...

O Piso Nacional é de R$1.697,00.

A perda salarial dos Trabalhadores em Educação com o não cumprimento da Lei do Piso Nacional, pelo Governo Tarso, é significativa.

O outono promete...

Podemos atingir, quem sabe, temperaturas mais altas...

A climatização do Piratini poderá tornar-se insuficiente...

Pode ser de um calorão... para o Governo Tarso...

Depende de nossa MOBILIZAÇÃO!
 
*Siden Francesch do Amaral é Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo/CPERS-Sindicato.
 


Záchia depõe nesta quarta-feira em processo da Operação Rodin 
Ex-secretário do Meio Ambiente da Capital foi denunciado pelo MPF em outubro de 2011
11/02/2014 20:52 
Réu em uma das ações penais originadas na chamada Operação Rodin, o ex-secretário municipal do Meio Ambiente de Porto Alegre, Luiz Fernando Záchia, vai ser ouvido pela Justiça Federal na tarde desta quarta-feira. Záchia, que vem à Capital, vai ser interrogado por meio de videoaudiência pelo juiz Loraci Flores de Lima, da 3ª Vara Federal de Santa Maria.

A denúncia contra ele foi oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF), em outubro de 2011. A defesa prévia do acusado foi apresentada em fevereiro do ano seguinte. Ao longo do processo, foram ouvidas três testemunhas de acusação e uma de defesa. Outras sete pessoas foram dispensadas de prestar depoimento pelos advogados do acusado.

Operação Rodin
Deflagrada em 6 de novembro de 2007 pela Polícia Federal, a chamada Operação Rodin deu origem a dez ações penais e três ações de improbidade administrativa que seguem tramitando na 3ª Vara Federal de Santa Maria. O processo principal soma 32 réus e mais de 90 mil páginas. Até agora, foram ouvidas mais de 300 testemunhas e proferidas mais de 200 decisões.
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=518340
 

Atenção: 

Nos dias 12 de fevereiro a 04 de março de 2014
não haverá expediente,
a funcionária do núcleo estará de licença médica.

Abriremos no dia 05 de março (quarta-feira de Cinzas) às 13h30min.

A partir do dia 06 de março, expediente normal (8h30min. às 12h e das 13h30min. às 17h).

Urgências: fones 32546000 CPERS/Sindicato (POA) e
84167242 Profº Siden (Diretor do 14º Núcleo do CPERS/Sindicato)..

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Rodoviários mantêm greve, mas prometem colocar os ônibus nas ruas

Decisão vale até o julgamento do dissídio da categoria, na próxima segunda-feira
10/02/2014 21:52 
Foto: Ricardo Duarte/RBS
O Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre decidiu manter a greve geral da categoria. A categoria realiza assembleia na noite desta segunda-feira, no Ginásio Tesourinha e a decisão pela manutenção da paralisação ocorreu por uma margem pequena dos votos.

No entanto, após a decisão, os rodoviários decidiram recolocar os ônibus nas ruas após quase duas semanas, de forma a tirar a greve da ilegalidade – o que gerou uma multa milionária ao sindicato.

Em estado de greve, as reivindicações dos rodoviários serão julgadas pelo Tribunal Regional do Trabalho na segunda-feira que vem.

Mais informações a seguir
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=518254
 
Manifestantes se acorrentam na prefeitura de Porto Alegre em apoio à greve dos rodoviários. Fotos: Diogo ZanattaEspecial

Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo/CPERS-Sindicato.
.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Vontade de rir...

Por Siden* - 07.02.14
Leio algumas notícias e fico rindo...

Será efeito do calor?

Efeito da notícia?

Efeito do calor sobre a notícia?

Sindicato dos Rodoviários é multado em R$ 100 mil por dia.

Governo Tarso não cumpre a Lei do Piso que foi signatário e... multa ZERO.

Vontade de rir...

Deve ser efeito do calor.

Ou da notícia?

Secretário de Educação não cumpre liminar judicial quanto a hora atividade e... multa ZERO.

Mas, o Sindicato dos Rodoviários é multado em R$100 mil por dia.

Governo Tarso, mais de 1000 dias FORA DA LEI...

Alguma punição?

Vontade de rir. Deve ser efeito do calor...

Justiça mansa com o poder, como já disseram! Será mesmo?

Essa vontade de rir que não passa...

Março deverá ser quente, mesmo que a temperatura diminua...

Que vontade de rir...

Mas,  em Outubro poderá haver choro...

Quem puder entender que entenda!


*Siden Francesch do Amaral é Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo.


Sindicalistas de fora do RS se oferecem para ajudar grevistas 
Pessoas de 12 estados, entre eles São Paulo e Rio, estão dispostos a apoiar piquetes
Carlos Wagner - 09/02/2014 | 10h45 
Nas últimas 72 horas, Alceu Weber, da comissão de negociações da greve dos rodoviários, recebeu 12 ligações vindas de seis estados diferentes (entre eles São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia) de pessoas ligadas a sindicatos se oferecendo para ajudar nos piquetes nos portões das garagens.

O assunto será uma das pautas da reunião, que acontece no final do dia, entre os representantes da comissão de negociação das 13 empresas. O encontro ocorre diariamente e serve para os líderes sindicais terem uma ideia do que está acontecendo em cada um das empresas.
[...]
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2014/02/sindicalistas-de-fora-do-rs-se-oferecem-para-ajudar-grevistas-4414455.html

 
Agentes da Polícia Federal marcam paralisação para a próxima terça-feira 
Ivan Richard - Agência Brasil - 07/02/2014 13h06 
Agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal em Brasília penduraram as algemas hoje (7), simbolicamente, em protesto por melhores salários e condições de trabalho. Durante o ato, que reuniu cerca de 200 policiais, eles criticaram o governo federal, em especial o Ministério da Justiça, e marcaram uma paralisação de um dia para a próxima terça-feira (11).
[...]
http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2014-02/agentes-da-policia-federal-marcam-paralisacao-para-proxima-terca-feira


 

Leia, no Correio do Povo:
Justiça determina que rodoviários desobstruam garagens 
Força policial poderá ser usada para garantir segurança dos ônibus em Porto Alegre
07/02/2014 19:20

BM abre concurso para contratar mais 2 mil policiais
A Brigada Militar publica, na próxima segunda-feira, dois editais do concurso público para o ingresso de 2 mil soldados na corporação
07/02/2014 22:04
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=518059
 

Rebelião no Presídio Central. Detentos protestam contra falta de água
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=518063



TRT nega pedido dos rodoviários para retirar ilegalidade da greve
Desembargadora manteve ordem para que 70% dos ônibus circulem em horários de pico e 30% nos demais
07/02/2014 16:56 
A desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 4ª Região Ana Luiza Kruse negou o pedido dos rodoviários de Porto Alegre de retirada da ilegalidade da greve, que entrou nesta sexta-feira no 12º dia. Os trabalhadores haviam proposto colocar 70% da frota apenas nos horários de pico ou 30% durante todo o dia e, desta forma, a paralisação voltaria a ser legal.

O TRT, no entanto, manteve a liminar que estabelece a circulação de 70% da frota nos horários de pico e 30% nos demais horários. A categoria segue sujeita a uma multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.
[...]
Fonte: Samantha Klein / Rádio Guaíba
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=518034
Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo/CPERS-Sindicato.
.

Morre o ator Nico Nicolaiewsky

Artista lutava contra leucemia mieloide aguda
07/02/2014 08:46 
Crédito: Fabiano do Amaral / CPMemória
O ator Nico Nicolaiewsky, de 56 anos, morreu na manhã desta sexta, às 5h30min, no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Ele estava internado para tratar de uma leucemia mieloide aguda.

Na última terça, o companheiro do ator no espetáculo “Tangos & Tragédias” Hique Gome falou sobre tratamento de Nico. "Ele fez as sessões de quimioterapia, que foram um sucesso, mas como o tratamento é agressivo agora ele está tratando dos efeitos colaterais. Mais informações eu não tenho, elas são fechadas para preservá-lo", afirmou.

No dia 26 de janeiro, a esposa de Nico, Márcia do Canto e a filha Nina Nicolaiewsky postaram uma mensagem direta aos fãs e amigos: "Queridos. Muito agradecida (toda família) pelas doações de plaquetas e de sangue. Vocês estão literalmente com o Nico. Não menos agradecida pelas preces. Os leucócitos estão sendo destruídos gradativamente pela quimio. Isso é bom, mas tem consequências. O rim ficou sobrecarregado e ele está fazendo uma espécie de hemodiálise pra ajudar a eliminar as toxinas.

Por causa da doença de Nico, foi cancelada a temporada de verão do espetáculo Tangos & Tragédias, que ocorria de forma contínua, desde 1987 no Theatro São Pedro.
Fonte: Correio do Povo
http://www.correiodopovo.com.br/ArteAgenda/?Noticia=517998
Por Siden.


A fria vingança dos patrões 
Por Juremir - 07.02.14 
Patrões não fazem proposta.

Rodoviários permanecem em greve.

Empresários estão brincando com fogo e provocando a população a reagir. Isso tudo poder terminar mal.

Empresários colocam prefeitura de joelhos escorados na demora do TCE para esclarecer regras da fixação da tarifa. É chantagem pura. Uma forma perversa de pressão.

Prefeito José Fortunati está de mãos atadas.

Empresários estão se vingando de rodoviários, da justiça e da população pela redução do preço da passagem em 2013.

Só há uma coisa sensata a fazer: TCE deve antecipar a sua decisão para fixar regras do jogo e abrir caminho à solução. Por que esperar até dia 12 de fevereiro?

Justiça não tem meios para obrigar patrões a negociar?

Como se diz, a vingança é um prato que se come frio. Mesmo com 40 graus. Patrões esperaram para dar troco.

População deve fazer o mesmo e cobrar licitação.

Ou será uma guerra de decisões de justiça ignoradas?

Depois não se quer que se fale em justiça de classe, com dois pesos e duas medidas, justiça implacável com a plebe e macia com o poder, mas basta ver o que está acontecendo na greve dos ônibus, para se ter uma confirmação:

– Patrões não fazem proposta, salvo o ridículo aumento de R$ 1 no vale-refeição, Sindicato dos Rodoviários é multado em R$ 100 mil por dia.

– Prefeitura não faz licitação, multa de R$ 5 mil.

– TCE não antecipa sua reunião para definir regras, nada acontece.

Os poderes têm seu tempo imutável.

A Justiça se acostumou a chicotear a massa para que ela não prejudique a população. Nem os patrões. É mais fácil. Ainda mais com ajuda da mídia.

http://www.correiodopovo.com.br/blogs/juremirmachado/

.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Uma luta de classe

Rejane de Oliveira* - 06.02.14
A categoria dos rodoviários, nas idas e vindas do seu trajeto, ou da linha a ser cumprida, como diriam eles, cumpre um importante papel para a população. Mais do que isso: ao conduzir a classe trabalhadora para o seu local de trabalho, estabelece uma relação de trabalhador para trabalhador. Nas idas e vindas, conduzem a população com o olhar de classe operária, com o olhar de solidariedade para os idosos e para os portadores de necessidades especiais. Inúmeras mães e inúmeros pais confiam ao motorista e ao cobrador o cuidado com seus filhos, solicitando aos profissionais que os deixem, por exemplo, em frente à escola. Muitos desses trabalhadores, por questões de segurança, largam os jovens nas esquinas de acesso às suas residências, mesmo que ali não seja um ponto de parada. São trabalhadores que diariamente emitem um olhar de amigo para quem sai de casa desesperançado e retorna cansado. Muitas vezes, esse é o único sorriso ou único bom-dia para alguns que amargam sua solidão. Sem dúvida, os rodoviários fazem parte da vida do povo brasileiro.

Portanto, é necessário compreender a greve desencadeada pela categoria no município de Porto Alegre. Uma luta contra o poder dos empresários, contra uma classe dominante que enriquece explorando os trabalhadores e o povo em geral com absurdos aumentos nas passagens. A luta dos rodoviários tem uma função estratégica para a luta de classe. Uma greve geral só é possível com a mobilização desses trabalhadores. Eles não lutam apenas por melhores salários e por condições dignas de trabalho, lutam, também, contra qualquer tipo de reajuste nas passagens. É neste cenário que a greve dos rodoviários toma toda essa importância. É a greve do povo contra governos e empresários; contra a política de atrelamento aos patrões promovida pela atual direção do sindicato. A oposição, liderada por Afonso Martins e por aqueles que querem lutar, com um olhar atento e comprometido com os trabalhadores, não permite que armadilhas e manobras da falsa negociação derrotem a categoria.

As tentativas de enfraquecer a força do movimento, delegando a disputa entre partidos, ou de uma direção de fora da categoria, são feitas por quem está com medo do empoderamento e da cons- ciência de uma categoria que se move pelas vias públicas e nos corações e mentes da população. Uma luta que tem o apoio do movimento sindical de esquerda e do Bloco de Lutas, que pregam a valorização salarial, a redução da jornada de trabalho dos rodoviários, o não aumento de passagens e a garantia de um transporte público com qualidade para a população. As lutas de 2014, no Rio Grande do Sul, iniciam-se protagonizadas pela classe operária, pelos valorosos rodoviários. O movimento sindical tem lado nesta batalha: o do trabalhador. Os rodoviários cumprem, neste momento, o seu papel na história. “A prática é o critério da verdade.” A prática e a verdade da categoria dos rodoviários é a luta.

*REJANE DE OLIVEIRA, Presidente do CPERS/Sindicato.

Artigo publicado na pág 15 do jornal Zero Hora.
http://www.cpers.org.br/index.php?&cd_artigo=479&menu=36
Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo.


Centenas realizam novo protesto no Centro de Porto Alegre 
Grupo promete "luta durante a Copa", além de criticar prefeitura e empresas de ônibus
06/02/2014 20:47 
Nova mobilização no Centro de Porto Alegre protesta contra as condições do transporte coletivo na Capital. Cerca de 250 pessoas estão em frente ao Paço Municipal, concentrando suas críticas sobre o prefeito, José Fortunati, e as empresas de ônibus. Faixas exibidas pelo grupo, garantem "luta" durante a Copa do Mundo e rechaçam aumento de passagem.
[...]
Bernardo Bercht/Especial CP
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=517963



Sem acordo, decisão sobre reajuste dos rodoviários deve ser tomada pela Justiça 
Empresários ofereceram aumento de 7,5%, vale refeição de R$ 19 e plano de saúde com contrapartida de R$ 10 por funcionário 
Larissa Roso - 06/02/2014 | 17h10 
Em nova audiência de negociação realizada nesta quinta-feira entre rodoviários e empresários dos ônibus de Porto Alegre na sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), os rodoviários disseram que encerram a greve com aumento salarial de 8%, vale refeição de R$ 19 e plano de saúde com contrapartida de R$ 10 por funcionário. O Sindicato das Empresas de Ônibus da Capital (Seopa), por outro lado, não aceita pagar mais do que 7,5%.

Diante do impasse entre os patrões e trabalhadores, o Ministério Público do Trabalho (MPT) afirmou que vai ajuizar ainda nesta quinta-feira o dissídio coletivo da categoria. Com isso, o reajuste salarial dos rodoviários será definido judicialmente, a não ser que ocorra um acordo antes entre as categorias.
[...]
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/transito/noticia/2014/02/lider-dos-sindicalistas-diz-que-nao-tem-como-levar-proposta-dos-empresarios-dos-onibus-para-assembleia-4411648.html

.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Mais uma noite de protestos em Novo Hamburgo por falta de energia elétrica

Por Siden* - 05.01.14 - 22:25
Foto: Karina Santos Pinto
Estamos na terceira noite consecutiva de protestos, inclusive com queima de pneus em alguns bairros de Novo Hamburgo, onde inúmeras residências estão sem energia elétrica desde sexta-feira, dia 31 de janeiro, por causa da falta de manutenção dos postes velhos de madeira, do tempo da CEEE, já que, depois de 20 anos, a AESSul ainda não os substituiu. Portanto, a cada temporal, a situação se repete, pois os velhos postes, apodrecidos, estão dependurados na rede elétrica.



Câmara de Novo Hamburgo pede abertura de CPI para investigar a AES Sul 
Requerimento foi protocolado na tarde desta quarta-feira pelo vereador Luiz Farias (PT) e conta com oito assinaturas dos vereadores 
05/02/2014 - 22h08
Novo Hamburgo - A Câmara de Novo Hamburgo pretende abrir uma Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) para investigar a AES Sul pelos problemas de abastecimento de energia elétrica que atingiram o Município na última semana, após os fortes ventos e temporal que derrubaram diversos postes e árvores.

O requerimento foi protocolado na tarde de ontem pelo vereador Luiz Farias (PT) e contou com oito assinaturas dos vereadores. "Queremos apurar os motivos da demora no restabelecimento da energia elétrica e medidas para que isso não aconteça novamente", destacou o vereador. A matéria será lida e votada na sessão de segunda-feira.

O vereador Betinho Koch (PT) também apresentou requerimento verbal pedindo uma audiência pública com órgãos como o Procon, Ministério Público, Agergs e Prefeitura, além da AES Sul para explicar à população que medidas preventivas serão tomadas.
http://www.jornalvs.com.br/index.php?id=/noticias/regiao/materia.php&cd_matia=13752
Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor do 14º Núcleo.

.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

FALTA DE ENERGIA ELÉTRICA EM NOVO HAMBURGO

Por Siden* - 04.02.14
Nesse momento (21h57min) ocorre, ainda, um protesto que iniciou-se no início da noite por falta de energia em Novo Hamburgo. Falta luz em vários pontos da cidade, como em nosso bairro.

Os moradores que se encontram presentes no manifesto, já estão há mais de 100 horas sem luz.

Foram trancadas as ruas Alvicio Luiz Klaser, esquina com a rua Araxá e ainda Av. Nações Unidas também com a Araxá.

"A nossa situação é dramática" desabafou um morador sem Luz na sua casa há mais de quatro dias...

O local do protesto é próximo à Estação Fenac.

Como resultado do protesto, a companhia de Energia (AESSUL) trouxe um caminhão para  fazer o conserto (Poste caído).

O protesto irá terminar assim que a solução ocorrer para a falta de energia (desde sexta-feira).

ESPECIAL PARA O BLOG DO 14 NÚCLEO CPERS

Siden Francesch do Amaral (Presente no Protesto)

MPC defende licitação dos ônibus e multa ao presidente da EPTC

Documento com 11 determinações e quatro recomendações à Prefeitura será apreciado pelo TCE
04/02/2014 19:04 
O Procurador-Geral do Ministério Público de Contas, Geraldo Da Camino, emitiu na tarde desta terça-feira o seu parecer sobreo relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE) de auditoria do transporte público de Porto Alegre. O documento com 71 páginas está disponível no site da instituição. No relatório foram solicitadas 11 determinações à Prefeitura, além de quatro recomendações. O documento será analisado pelo Tribunal de Contas do Estado no próximo dia 12.

Os pontos de destaque do apontamento de Da Camino foram a falta de licitação no transporte público de Porto Alegre, o cálculo tarifário, a lucratividade das empresas e o sistema de bilhetagem. O MPC recomenda multa ao presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, por infrigência de normas de administração financeira e orçamentária. Também solicita uma série alterações no cálculo tarifário, como a exclusão de parte dos veículos da frota reserva.

Em entrevista à Rádio Guaíba, Da Camino já havia adiantado a necessidade de nova licitação para o sistema na Capital.  “Esse é um dos aspectos que a representação de 2011 propôs para debate pelo MP de Contas. Era um assunto que já vinha sob exame do Ministério Público do Estado há vários anos, inclusive com a participação do MP em reuniões com a EPTC buscando com o município proceder essa licitação. Temos 25 anos da Constituição Federal, que determina que as concessões sejam concedidas por licitações. Temos há 18 anos a lei de concessões. Portanto, o município se encontra há muitos anos em uma situação de irregularidade nesse ponto", disse.
Fonte: Correio do Povo
http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=517769
Por Siden Francesch do Amaral, Professor e Diretor Geral do 14º Núcleo.
.