Seguidores

Sejam Todos Bem Vindos!!! Deixem seus comentários, sugestões e críticas

Parabéns Educadores e Demais Cidadãos Gaúchos!!! Yeda (Nota Zero, Déficit Zero e Aumento Salarial Zero) Já Foi Demitida, MAS, deixou seus representantes no Governo e na Assembleia Legislativa!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Boa Escola para todos! Para quem?

Alguns governos, maliciosamente, acreditam que frases de efeito resolvem nossos problemas educacionais. Seria bom demais se resolvessem. Mas, como todos nós sabemos, não resolvem.

O Governo Yeda, então, criou na sua gestão o slogan: “Boa escola para todos”. Pura falácia.  Na verdade o que a gestão tucana faz de forma brutal e abominável é economizar com a educação.

Meu amigo educador, recomendo a leitura da pesquisa feita pelo CPERS/Sindicato nas escolas públicas da rede estadual, intitulada “O Ensino Público Pede Socorro”. Você encontra esse trabalho no site da entidade (www.cpers.org.br). Após acessar  o endereço eletrônico é só dar um “click” em publicações. Vale a pena ler o trabalho minucioso elaborado pela entidade.

Confesso que não fiquei surpreso com os resultados da pesquisa. Tenho visitado escolas da área de abrangência do 14º Núcleo do CPERS/Sindicato e sei da penúria de muitos estabelecimentos.

Na pesquisa encontramos números alarmantes, como esse: 60% não possuem pessoal para atender a orientação educacional.

No meu entendimento, o grande paradoxo, completamente antagônico ao slogan “Boa Escola para todos”, é o número insuficiente de pessoal para os vários setores imprescindíveis a uma educação de qualidade.

Como frases de efeito não operam milagres, o que temos, na verdade, são bibliotecas fechadas, laboratórios de informática e outros setores indispensáveis a uma boa escola sem funcionamento.

Mas o descalabro não termina na ausência de profissionais em setores vitais à escola. Se analisarmos o setor infraestrutura, instalações físicas, em muitos casos a situação torna-se assustadora.

Conheço escola, por exemplo, que há anos espera por um muro de contenção para evitar deslizamentos e até o presente momento a obra não saiu do papel.

Outro slogan do atual governo do Estado que é uma grande mentira é a “Coragem para Fazer”. Por que grande mentira? A resposta é simples: O governo Yeda é um governo covarde, pois bate em manifestantes desarmados simplesmente porque estes ousam desmascará-la.

Mas não posso encerrar sem responder a pergunta que fiz ao intitular esse artigo. Boa Escola para todos! Para quem? Talvez para uma campanha de marketing enganosa, que tenta iludir a sociedade. Ou Boa Escola para o Déficit Zero, onde em nome desse, se concede um reajuste vergonhoso aos educadores com uma coragem, essa sim, verdadeira, de sucateamento dos estabelecimentos educacionais.

Finalmente, frases de efeito não resolvem os problemas da educação. O que resolve é investimento. Infelizmente, para esse governo, educação é despesa. E despesa que ameaça seu fraudulento Déficit Zero.

*O Professor Siden Francesch do Amaral é Representante 1/1000 e Diretor no 14º Núcleo do CPERS/Sindicato

Nota da Diretoria e da Assistente do Núcleo: Parabéns, Professor Siden, pela passagem do teu Aniversário! Muitas Felicidades e um grande Abraço!
Paulo, Marta, Míriam, Joana, Júlio, Ruth e Noé.

Governo Zero em Porto Alegre: muda o personagem, mas a inércia continua a mesma
by Marco Aurélio Weissheimer.
Por Paulo Muzell
Há uns quarenta dias, neste mesmo espaço, observávamos que no final da primeira quinzena de março o 2010 ainda não começara na Prefeitura. Logo em seguida Fogaça renunciou, abrindo espaço para o seu vice. O novo prefeito, mesmo antes de assumir, nas entrelinhas de suas primeiras entrevistas manifestou sua insatisfação com o estilo e o ritmo imprimido à administração da cidade pelo antecessor. 
Fortunati não podia, é claro, falar em “herança maldita”, mas se apressou em anunciar inúmeras mudanças e correções de rota. Ao afirmar que iria reativar o Orçamento Participativo, por exemplo, endossou as freqüentes críticas da oposição e, por via indireta, concordou que o OP tinha problemas, que não vinha sendo bem conduzido.

Neste início de maio, findo o primeiro quadrimestre do ano, verificamos que nada mudou: um quadro da mais absoluta inércia permanece em todas as secretarias e departamentos da prefeitura. Na SMAM e na área de Ciência e Tecnologia – órgão municipal recentemente criado – a pasmaceira é tão grande que certamente numa e noutra será possível ouvir o zumbido de uma mosca. Todos projetos -destas duas importantes áreas de atuação municipal – são quase trinta – não foram iniciados, registram no sistema de execução orçamentária da prefeitura EXECUÇÃO ZERO.

 Dos cerca de cento e oitenta projetos constantes na lei orçamentária 2010, cento e quarenta e oito não tiveram sequer um real comprometido, liquidado ou pago, o que corresponde a mais de 80% do total!

Ao entregar o projeto de lei do orçamento na Câmara, no final de 2009, Fogaça fez pose, encheu a boca e anunciou investimentos totais de 546 milhões de reais para este ano. Um verdadeiro recorde! Exagerou e mais uma vez prometeu o que não vai cumprir. Até agora foram investidos modestíssimos 49 milhões, 9% do valor previsto para o ano.

 Na Secretaria da Saúde, os três projetos principais – Sistema de Saúde da Restinga, HPS da Zona Sul e Hospital da Lomba do Pinheiro registram execução zero. No DEP o projeto “Obras do Sistema Contra Cheias da Cavalhada” também não avançou um milímetro, pelo quarto ano consecutivo. Na SMOV o projeto iluminação pública teve empenhados um mil e 700 reais! Não é preciso ser profeta para prever que a cidade vai continuar escura! A Cultura é outra secretaria com desempenho insuficiente: registra doze projetos não iniciados. Na SMT são mais cinco. A Secretaria de Esporte e Lazer é outra que não iniciou nenhum dos projetos previstos.

Quem, como eu, que regularmente consulta o sistema orçamentário da prefeitura se depara – invariavelmente – com uma interminável repetição de zeros. Depois de cada projeto a monótona, repetitiva sucessão de “zero no empenhado, zero no liquidado, zero no pago”. Constata que este governo faz muito menos do que promete, faz quase nada. E, circulando pela cidade se depara com o cenário triste de ruas sujas, esburacadas, alagadas e mal iluminadas.. Só pode concluir que esse governo se resume numa única palavra: ZERO!

http://rsurgente.opsblog.org/

Um comentário:

Tio Noé disse...

Parabéns Amigo e Companheiro Siden e Parabéns Amiga e Companheira Dorotéia pelo aniversário de vocês!
Muitas FELICIDADES!!!

E que o próximo governo, nos valorize de fato e não apenas nos discursos!!!!!

Muita vida e saúde para aguentar esta situação toda.

Sofro de depressão e por este motivo estive internada na Clínica São José, em POA umas 5 vezes, e pasmem, a maioria dos pacientes sabem que profissão tinham? Professores, tanto ainda na ativa como aposentados.

Depois, deles policiais e funciona´rios da FASE.

E em terceiro lugar profissionais do Correio. Atribuo isto em grande parte ao nosso sufoco salarial, pois sofremos para nos formar e depois sofremos para sobreviver, ganhando o que muitos outros profissionais ganham sem curso superior e enfrentando o descaso de quase todos os governos, além do ambiente das Escolas que não anda nada fácil.

Digo isto de "cadeira", sendo que trabalhei no comércio e na indústria e o pior ambiente é o das Escolas. Abraços e beijos...

Professora aposentada.