Seguidores

Sejam Todos Bem Vindos!!! Deixem seus comentários, sugestões e críticas

Parabéns Educadores e Demais Cidadãos Gaúchos!!! Yeda (Nota Zero, Déficit Zero e Aumento Salarial Zero) Já Foi Demitida, MAS, deixou seus representantes no Governo e na Assembleia Legislativa!

terça-feira, 24 de abril de 2012

Alô, Jurídico do CPERS!

Edital de Abertura do Concurso do Magistério:
9. DOS PEDIDOS DE REVISÃO:
9.1. A homologação das inscrições, os gabaritos, as listas contendo os resultados das provas objetivas e de títulos e as respostas aos pedidos de revisão, bem como a homologação do Concurso serão divulgados através de editais ou avisos publicados conforme prevê o item 2 deste Edital.

9.2. O candidato poderá interpor pedido de revisão dirigido ao Secretário de Estado da Educação em relação às inscrições não homologadas, aos gabaritos, aos resultados referente às provas objetivas e ao resultado obtido na prova de títulos, no prazo de 5 (cinco) dias ininterruptos a contar da publicação dos resultados.
9.2.1. O pedido de revisão deverá ser entregue no protocolo da FDRH, para análise e manifestação da Comissão de Concurso da FDRH, a qual, posteriormente, o encaminhará ao Secretário de Estado da Educação.
9.2.2. No caso de remessa pelo Correio, o pedido de revisão somente poderá ser encaminhado através de SEDEX, endereçado à FDRH.
(Pág. 13)

Portanto, domingo foi o primeiro dia para pedido de revisão, pois, o Edital com o gabarito saiu no sábado. A FDRH não está obedecendo ao edital. Por Tio Noé

O que diz a FDRH?

O prazo para envio de recursos é de 5 dias, após o resultado dos aprovados, conforme o edital. O resultado dos aprovados tem previsão de 20 dias para ser publicado. O período para encaminhamento de recursos será aberto após a publicação dos resultados, ou seja, da lista de aprovados e reprovados. Nesta oportunidade, os candidatos poderão encaminhar os recursos referentes aos gabaritos e aos resultados obtidos nas provas objetivas. Os recursos encaminhados fora do prazo a ser divulgado por meio de edital, não serão considerados.

A Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos divulga o gabarito do concurso público para o magistério.

O período para encaminhamento de recursos será aberto após a publicação dos resultados, ou seja, da lista de aprovados e reprovados. Nesta oportunidade, os candidatos poderão encaminhar os recursos referentes aos gabaritos e aos resultados obtidos nas provas objetivas. Os recursos encaminhados fora do prazo a ser divulgado po meio de edital, não serão considerados.
http://www.fdrh.rs.gov.br/conteudo.php?cod_conteudo=1043

Fdrh Rs compartilhou um link
24.04.12 - 15:22h
Atenção. Houve alteração na alternativa da questão nº28 de “A” para “C”, nas habilitações 1.1 a 4.4, 5.7 e 5.8, do concurso do Magistério. Confira, no link abaixo, o novo gabarito.
http://www.fdrh.rs.gov.br/upload/1335278482_gabaritos.pdf
https://www.facebook.com/fdrhrs
Nota do Tio Noé: Houve uma enxurrada de comentários e protestos no perfil da Fundação no Facebook e ela teve que mudar a resposta do gabarito antes que fosse feito recurso contra a questão 28!


8.8. DA PROVA DE TÍTULOS:
8.8.1. Os documentos para a prova de títulos, discriminados no quadro do item 8.8.5 deste Edital, deverão ser entregues no prazo de 8(oito) dias, no período estabelecido em Edital próprio.
8.8.2. Somente serão avaliados os títulos de candidatos aprovados na prova objetiva.
8.8.3. Os envelopes contendo as cópias dos documentos para a prova de títulos poderão ser entregues diretamente no Protocolo da Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos, no endereço abaixo, das 9h às 11h30min e das 14h às 17h, ou poderão ser encaminhados, somente através do sistema SEDEX, para o seguinte endereço:
Divisão de Concursos Públicos da FDRH.
TÍTULOS - Concurso Público da SEDUC - 2011.
Av. Praia de Belas, 1595.
Bairro Menino Deus.
Porto Alegre –RS – CEP 90.110-001.
...
Nota do Tio Noé: Se as inscrições foram feitas através da internet e o concurso é por região, por que a FDRH não coloca a comissão nas Coordenadorias para receber os títulos?

E por que os recursos não são feitos através da internet? Os candidatos não terão como deslocar-se até Porto Alegre e o envio por Sedex é muito oneroso, além do mais, os candidatos já tem a despesa com cartório para fazer as cópias autenticadas dos títulos.

Outra questão é a do item 8.8.2:  Quando sair o edital com a lista dos classificados, abre o prazo para a prova de títulos e, simultaneamente, para os recursos (da lista e do gabarito, que aliás, está em desacordo com o item 9.2 do edital).  Vários candidatos tem questões para encaminhar recursos e muitos dependem de apenas uma questão correta a mais para classificarem-se. Se não constarem nessa lista, não poderão participar da prova de títulos. Depois de publicar o gabarito definitivo será tarde demais.
.

5 comentários:

Anônimo disse...

O Edital do Concurso Público para o provimento de 10 mil vagas para o Magistério gaúcho foi publicado dia 28/12/2011 deixando as inscrições para o período entre 16 de janeiro a
03 de fevereiro de 2012.
De forma contraditória, o Edital trazia a seguinte informação quanto à valorização da prova:

8.5. Para aprovação no Concurso, o candidato deverá alcançar, em cada uma das provas objetivas, no mínimo,
60% da nota, conforme o previsto no Anexo 8 deste Edital, sendo eliminado, automaticamente, caso não alcance tal
percentual.

Já no seu anexo 8, mostrava que para a aprovação o candidato deveria atingir 60% em cada disciplina ( Português, Conhecimentos Pedagógicos, Legislação, Conhecimento da Área e Habilitação do Professor) e não em cada prova como deixava claro o Edital geral.

Matéria Jornal Zero Hora do dia 16-01

http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2012/01/concurso-do-magisterio-abre-inscricoes-nesta-segunda-feira-3632486.html

Que noticia claramente:

"— Para ser aprovado: acerto de um mínimo de 60% das questões de cada uma das duas partes da prova"

Esse equívoco, que refletiu diretamente sobre a seletividade do concurso só foi retificado pelo Edital de Retificação nº 04/2012, de 31 de janeiro de 2012, ou seja, depois de iniciadas as inscrições desse processo seletivo.

8.5. Para aprovação no Concurso, o candidato deverá alcançar, em cada uma das disciplinas das provas objetivas,
no mínimo, 60% da nota, conforme o previsto no Anexo 8 deste Edital, sendo eliminado, automaticamente, caso não
alcance tal percentual.

Além do mais, essa forma de seletividade é no mínimo desleal. Por exemplo:

Um candidato que acertou 55 questões de um total de 60 pode ser eliminado por não atingir 60% em uma das disciplinas que contava com 10 questões.

Nosso intuito (meu e de muitas pessoas como eu nessa situação) é requerer na Justiça a ANULAÇÃO DA RETIFICAÇÃO DE 31 DE JANEIRO DE 2012 por considerar que essa foi publicada depois de iniciado o prazo das inscrições.

Anônimo disse...

Gostaria de saber como fazer para ajudar para anular a retificaçao de 31 de janeiro para o concurso para o magisterio tambem fui prejudicado me inscrevi a regra era uma depois mudaram nao para benificiar ninguem e sim prejudicar todos . Parece que o estado nao quer que ninguem seja aprovado para seguir os contratos. Tem varios concursos que para passar tem que atingir 50% da prova e nao pode zerar em nenhuma disciplina e é so quarenta questoes. O estado fez 60 questoes so para tornar dificil. Espero outro comentario de voces sobre o concurso.

Anônimo disse...

Além das patifarias da questão nº 28 com resposta errada, da nº26 fora da área da educação,da nº30 se referindo ao artigo 129 do ECA que não estava na bibliografia do edital, da nº32 com várias alternativas incorretas por omissão de dados e tantas outras anuláveis que foram citadas pelos candidatos, modificaram os critérios de aprovação depois que muita gente se inscreveu e no dia do concurso provas foram trocadas com o caso indo parar na polícia. Pois é, há muitos candidatos que acertaram mais de 50 questões e que estão reprovados. Mas o mais reprovado de todos foi o próprio governo pela demonstração pública de falta de seriedade.

Tio Noé disse...

Concordo plenamente com as colocações feitas. Sugiro colocarmos no Facebook para ampliar nosso debate. Levarei seus textos para lá. Bom Final de Semana e Boa Luta a Todos Nós!

Anônimo disse...

Boa tarde,realmente a FDRH deve realizar estudos ,pois existe muitos erros,nas aplicações das provas ,em seus gabaritos e principalmente na falta de sensatez e interpretação no que diz respeito para seus erros e não erros dos candidatos,pois estou de saco cheio desta FDRH que se acha muito acima de todos os candidatos e não lhe dão as devidas atenções a que tem direitos ,no que diz respeito aos recursos,pq nunca os candidatos recuperam seus preciosos décimos de pontos que tem direito quando acertam mediante o material didático estudado e erram pela imbecilidade e a desatenção de quem promove as correções dos gabaritos...olha estou aprovado no concuso de Uruguaiana e entrei com recurso numa questão q acertei mediante o material didático e errei pelo gabarito,fiquei com 7,6 ,quando deveria ficar com 8,0,pois a questão era de conhecimentos especificos...o q fizeram os entendidos ,anuaram a questão,fica mais fácil pra eles,....que nojo destas pessoas que tem seus egos acima dos candidatos...Ass. Prof. Luiz...