Seguidores

Sejam Todos Bem Vindos!!! Deixem seus comentários, sugestões e críticas

Parabéns Educadores e Demais Cidadãos Gaúchos!!! Yeda (Nota Zero, Déficit Zero e Aumento Salarial Zero) Já Foi Demitida, MAS, deixou seus representantes no Governo e na Assembleia Legislativa!

sábado, 31 de outubro de 2009

Aprovado indicativo de greve na Brigada Militar

Os policiais militares da região Metropolitana de Porto Alegre aprovaram nesta sexta-feira um indicativo de greve da categoria. Em reunião da Associação Beneficente Antônio Mendes Filho (Abamf), na Capital, mais de 80% dos policiais presentes apoiaram a possível paralisação.

Na próxima terça, haverá um encontro de PMs do interior. Caso haja uma nova aprovação, em 15 dias poderá ocorrer uma assembleia geral da categoria. Os cabos e soldados reivindicam reajuste nos vencimentos ainda neste ano. O piso salarial dos agentes é apontado como o mais baixo do país.

A última greve na Brigada Militar ocorreu em 1997, quando milhares de policiais cruzaram os braços e apenas 30% deles seguiram na ativa para cumprir as exigências da legislação.

Fonte: Estêvão Pires / Rádio Guaíba

Indícios apontariam envolvimento de José Otávio Germano em fraude na Aneel
 A Polícia Federal encaminhou nesta tarde ao Supremo Tribunal Federal o resultado da diligência solicitada pelo órgão em setembro deste ano sobre uma suposta tentativa de fraude na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). De acordo com o relatório, há indícios de que o deputado federal José Otávio Germano (PP-RS)  teria feito lobby junto à Aneel para beneficiar duas empreiteiras, a Mac Engenharia e a Conpasul. As hidrelétricas Santa Carolina e Chimarrão não chegaram a sair do papel, mas a tentativa de fraude foi identificada no curso da Operação Solidária, em novembro de 2007, e os indícios encaminhados ao STF, pois envolvia político com foro privilegiado.

Segundo as investigações, o parlamentar teria tentado, por meio de reuniões com a agência, facilitar a participação de empresários gaúchos nos processos de concorrência. "A ingerência do deputado para beneficiar empresários foi verificada", disse o delegado federal Thiago Delabary. O advogado do progressista, José Antonio Paganella Boschi, afirma que não houve tráfico de influência, já que as licitações sequer teriam sido levadas adiante. Agora, o STF vai dar vistas à Procuradoria-Geral da República (PGR), que vai decidir se denuncia ou não os envolvidos.

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=49628

CONSULTA JURÍDICA

Informamos que o Dr. Ângelo Conti, da Assessoria Jurídica do CPERS, estará atendendo na sede do 14º Núcleo do CPERS/Sindicato (Rua Bento Gonçalves, 269 Centro São Leopoldo) nas seguintes datas:

·    Dia 05 de Novembro de 2009

·    Dia 10 de Dezembro de 2009

Das 9h às 12h e das 13h30min às 17h30min.

Agende sua consulta:   Fone 3592 4958        Fax 3591 3856

E-mail: cpers.sind.14.sl@terra.com.br ou nucleo14@cpers.org.br

Joana F. Scherer - Assistente do 14º Núcleo do CPERS/Sindicato

Tentação em ano eleitoral

Blog da Rosane
A confirmação de que o governo está mesmo pensando em desbloquear os recursos da venda de ações do Banrisul, retidos em um fundo que deveria ser usado em parcelas mensais até 2014, reforça a preocupação com o futuro do ajuste fiscal. Se o dinheiro for empregado para o pagamento de despesas como o 13º salário, na prática significa a volta do uso de recursos extraordinários para financiar o dia a dia.
[...]

http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&pg=1&template=3948.dwt&tp=&section=Blogs&blog=218&tipo=1&coldir=1&topo=3951.dwt

 MEC quer investir recurso extra na formação de professor

A formação de professores deve ser o foco do investimento do Ministério da Educação (MEC) a ser feito com o recurso extra liberado pelo fim da Desvinculação das Receitas da União (DRU). A previsão do MEC é de que sejam cerca de R$ 9 bilhões a mais a partir de 2011. Segundo a secretária de Educação Básica do MEC, Maria do Pilar Lacerda, o objetivo será melhorar a qualidade do ensino por meio da formação. "Não podemos perder de vista o direito de aprender do cidadão, que vem com o investimento na garantia da qualidade", afirma.

http://www.camera2.com.br/noticias.php?page=3

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

“Compras para minha casa tiveram como objetivo garantir a segurança da governadora”, disse Yeda Crusius

Declaração foi dada durante lançamento do Programa de Prevenção à Violência, em Alvorada




Em discurso durante o lançamento do Programa de Prevenção à Violência em Alvorada, nesta quinta-feira, a governadora voltou a fazer citação sobre sua residência e a compra de materiais pessoais e reformas pagas com dinheiro público.
[...]
Entre os gastos na residência de Yeda Crusius estão materiais de construção, móveis para dormitório, puff, equipamentos de jardinagem, piso de borracha para ambientes da casa, e roupas de cama e banho para a residência no bairro Vila Jardim e para a casa oficial do governo em Canela. O total das compras, com ordem de pagamento expedida pela Casa Civil, é de cerca de R$ 100 mil.

http://www.radioguaiba.com.br/Noticias/?Noticia=49108

Confirmadas mais três mortes por influenza A no Estado

Bebês de brasileiras nascem no Uruguai após fechamento de hospital gaúcho

Nove mães atravessaram a fronteira até uma maternidade em Rivera.
[...]
Para a estudante Caren Rangel, 24 anos, a situação é “vergonhosa”. “Acho um absurdo ter de atravessar a fronteira para procurar um médico.” Ela fez todo o pré-natal no posto de saúde em Santana do Livramento e a filha dela, Natália, nasceu em Rivera no sábado (24).

Confirmadas mais três mortes por influenza A no Estado
O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) informou nesta quinta-feira (29) que foram confirmados mais três óbitos, no Rio Grande do Sul, por influenza A (H1N1). Agora, são 204 mortes no Estado pela doença.

Professores fazem manifestação na Capital e marcam reunião com secretário Ervino Deon
O Cpers quer que seja retirado da Assembleia Legislativa o projeto que estabelece o piso regional do magistério.

http://www.camera2.com.br/noticias.php?page=2

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Mobilização do Sindicaixa garante audiência com governo do estado

Mais de 500 servidores do Quadro Especial da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos participaram da Assembleia Geral do Sindicaixa realizada na quarta-feira 28, na sede social do sindicato no bairro Ipanema, em Porto Alegre. Após a reunião, os servidores foram até o Palácio Piratini cobrar a audiência solicitada ao chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, no dia 14 de setembro. A audiência foi marcada para 11 de novembro, às 17h.
[...]
http://www.cpers.com.br/index.php?&menu=1&cd_noticia=2231

Nota: Achei uma coisa muito estranha: Por que o Secretário Otomar marcou para dia 11, às 17 horas? Pode ser coincidência, mas o Secretário Deon também marcou esse mesmo dia e hora para audiência com o CPERS. Aí tem golpe.
De qualquer maneira, foi excelente o Ato Público realizado hoje (29) pela nossa Categoria, onde os Deputados da Comissão que iria analisar o "piso" da Yeda (ou kit fome), não compareceram na Assembleia Legislativa (cortem o ponto deles).
 


Fica para a próxima semana essa ameaça. Conseguimos também pressionar pela audiência que já havíamos solicitado há um mês, mesmo que em uma data e hora suspeita.

Estamos vigilantes. A qualquer momento a Direção do CPERS/Sindicato estará nos convocando, e nós, Trabalhadores e Profissionais da Educação do Vale do Sinos, Paranhana e Caí estaremos lotando ônibus e acampando em frente aos Palácios Piratini e Farroupilha! A Mariza já caiu. Mais alguém do governo se habilita a enfrentar a Indignação dos Educadores?

Inscrições para seleção ao cargo de professor da UFFS se encerram dia 9 de novembro


Estão abertas até o dia 9 de novembro as inscrições para selecionar candidatos ao cargo de professor da carreira do Magistério Superior da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), nos campi de Chapecó – sede da instituição -, Cerro Largo (RS), Erechim (RS), Laranjeiras do Sul (PR) e Realeza (PR).

De acordo com o Edital 01/09, publicado no dia 23 de outubro, serão oferecidas 165 vagas ao cargo de Assistente 1 com dedicação exclusiva ou 20 horas semanais, em 39 áreas de conhecimento. Veja quadro abaixo.

As inscrições devem ser feitas através do site www.uffs.ufsc.com.br. A taxa é de R$ 90,00 para dedicação exclusiva e de R$ 70,00, para jornada de 20 horas semanais. A Coperve-UFSC, que realiza o concurso público, divulgará a relação de inscrições homologadas no prazo de 72 horas úteis após o encerramento das inscrições.

Para participar do concurso público o candidato precisa ter titulação mínima de mestre. A remuneração para a função com dedicação exclusiva é de R$ 4.568,60 e R$ 1.909,09 para 20 horas semanais.

A seleção será feita em etapas. A primeira será a prova eliminatória, que acontecerá no dia 22 de novembro, a partir das 14 horas, em Florianópolis. O local ainda será definido. Os candidatos aprovados na primeira fase, terão, ainda, provas didáticas e de títulos.

Fonte: Cpers


 
CAMPO DO CONHECIMENTO

CAMPUS/VAGAS


CHAPECÓ
CERRO LARGO
ERECHIM
LARANJEIRAS DO SUL
REALEZA
Língua Portuguesa e Lingüística
 10
 4
 4
 3
3
Informática Básica e Estatística Básica
 9
 4
5
3
3
Matemática
8
3
3
2
2
História Regional e das Populações Indígenas
3
1
1
1
1
Teoria e Filosofia da História e História Antiga e Medieval
     1


  1




Administração
    1
     1


       1


Medicina Veterinária: bioquímica e biofísica








      1
Algoritmos e Programação
 1








Arquitetura de Computadores e Sistemas Digitais
   1








Teoria Econômica
 1
   1


   1


Introdução à História e ao Projeto de Arquitetura e Urbanismo




       1




Desenho Técnico
   1
  1


1


Química Geral
   1
   1


 1
   1
Física
   1
  2
   1
  1
  1
Aquicultura






 1


Agronomia/Desenvolvimento Rural
 
  1

  1


  1


Engenharia Ambiental: qualidade de águas e tratamento de águas residuárias
    1
   1






Biologia Geral: Biologia Celular, Embriologia, Histologia, Genética


  1




   1
Ecologia e Meio Ambiente: Ecologia Geral, Botânica, Agroecologia, Biologia de Vegetais Aquáticos
    1
  1


    1
  1
 
Bioquímica Geral e Biofísica







    1


Morfofisiopatologia: anatomia, fisiologia, patologia
    2








Engenharia de Alimentos






   1


Educação- Organização Escolar
   1








Fundamentos da Educação
      3
  1
   2
   1
  1
Política Educacional e Legislação do Ensino no Brasil


    1




   1
Didática Geral
     1








Filosofia Antiga e Medieval
    1


  1




Filosofia da Educação
    1








Geografia: História do Pensamento Geográfico, Geografia Física, Geologia Geral
    2


    1




Nutrição








  1
Saúde Coletiva e Contexto Social e Profissional da Enfermagem
   2








Língua Espanhola e Linguística Aplicada
   1
  1




   1
Contabilidade Geral e Gerencial
  1








Sociologia e Ciência Política
 7
  2
   3
   2
  2
Antropologia
 1




  1


Psicologia Organizacional
 1








Psicologia da Educação
 1


  1




Meteorologia, Climatologia e Hidrologia
 1
   1
   1
  1


Educação do Campo






   1


TOTAL
 67
 28
  25
   25
  20




“uma coisa não tem nada a ver com a outra”

Reajustes do Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas custariam R$ 48 milhões
Caso o aumento seja aprovado, os mais altos vencimentos chegarão a R$ 24,1 mil
Leandro Fontoura | leandro.fontoura@zerohora.com.br

Se aprovados pelos deputados estaduais, os projetos de lei que reajustam os salários de membros de Judiciário, Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado vão resultar num impacto anual de R$ 48 milhões nos cofres públicos.
[...]
Questionado sobre a situação do governo estadual, o presidente do Conselho de Relações Institucionais e Comunicação Social do Tribunal de Justiça, desembargador Voltaire de Lima Moraes, disse que “uma coisa não tem nada a ver com a outra”:

– O Judiciário é um poder com autonomia financeira. O Executivo tem o poder de arrecadar, mas não tem ingerência sobre a rubrica dos outros poderes.

Já o subprocurador-geral para Assuntos Administrativos do MP Estadual, Delmar Pacheco da Luz, argumentou que os poderes gaúchos estão apenas se ajustando ao aumento concedido no plano federal:

– Há um momento de dificuldade, mas o Executivo está sempre em dificuldade. Nossa carreira tem estrutura nacional. Não daria para ficar com remuneração abaixo dos Estados vizinhos. Precisamos manter quadros qualificados.
http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Pol%EDtica&newsID=a2700492.xml

TCE vai inspecionar compras do Piratini desde 1995
Inspeção extraordinária foi aprovada por unanimidade pelo pleno do Tribunal

O Tribunal de Contas do Estado aprovou na tarde desta quarta-feira uma inspeção extraordinária nas compras realizadas pela Casa Civil e pela Casa Militar em nome do Palácio Piratini desde 1995. A solicitação foi feita pelo procurador Geraldo Da Camino e aprovada por unanimidade pelo pleno do Tribunal.

Entre as compras que serão inspecionadas também devem constar os itens adquiridos para a residência oficial de Canela e para as casas particulares da governadora Yeda Crusius e de seus antecessores. O conselheiro Algir Lorenzon sugeriu que a inspeção seja feita com a maior celeridade possível.
[...]
ZEROHORA.COM

Professores fazem marcha pelo Piso Nacional, nesta quinta-feira


Trabalhadores estaduais da educação acompanham, na manhã desta quinta-feira, no Plenarinho da Assembleia Legislativa, reunião da Comissão de Serviços Públicos que discute o Piso Regional do Magistério, o mesmo que levou a categoria à greve no ano passado. Neste ano, o governo reapresentou a matéria.

Contrário à proposta, o Cpers exige a implantação no Rio Grande do Sul do Piso Nacional, aprovado pelo Congresso Nacional e questionado na Justiça por governadores, entre os quais Yeda Crusius.

Depois da reunião na Assembleia, os trabalhadores seguem, em marcha, até a Secretaria da Educação.

http://www.radiofandango.com.br/archive/valor.php?noticia=15115

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Escola fecha depois de agressão contra professora na zona sul de Porto Alegre


A Escola Estadual de Ensino Fundamental Jardim Cascata, no bairro Jardim Cascata, zona Sul de Porto Alegre, está fechada desde a última sexta-feira em função de uma denúncia de agressão de um aluno de 9 anos contra uma professora da quinta série. De acordo com depoimentos de estudantes, o menino teria atirado um caderno e agredido sua professora depois que ela o repreendeu por perturbar a aula.

O aluno levou para casa um bilhete da professora. Ainda segundo os estudantes, na tarde de quinta-feira, a mãe da criança foi ao colégio com a nota e teria ameaçado a diretora da instituição dizendo que, caso seu filho fosse suspenso, as professoras teriam que engolir a folha de papel com a suspensão.

Na terça-feira, a direção se reuniu com a 1ª Coordenadoria Regional de Educação, vinculada à Secretaria de Educação, e solicitou que o menino e seus dois irmãos, de 7 e 11 anos, sejam transferidos da escola.

Os professores decidiram não voltar às aulas enquanto as crianças continuarem matriculadas no colégio. O menino suspeito de agressão nega as acusações.

Fonte: Marjulie Martins / Rádio Guaíba
http://www.camera2.com.br/noticia_ler.php?id=189899



Justiça interroga réus no caso da merenda escolar no município

Francisco Fraga passou mal, foi levado ao hospital e teve seu depoimento adiado.
Daiane Poitevin/ Da Redação
   
Canoas - O ex-prefeito de Canoas, Marcos Ronchetti, foi ouvido por quase três horas na Justiça Federal ontem à tarde, sobre o caso da merenda escolar no município. Ele respondeu aos questionamentos do juiz Guilherme Pinho Machado e também pôde ouvir dois trechos de gravações sigilosas que fazem parte da ação. O ex-secretário de Educação, Marcos Zandonai, era ouvido ontem à noite. Estava previsto ainda o depoimento do ex-secretário de Governo, Francisco Fraga, mas ele passou mal e teve que ser medicado no hospital. Fraga será ouvido apenas no dia 10 de novembro.
[...]
http://www.diariodecanoas.com.br/site/noticias/geral,canal-8,ed-60,ct-213,cd-224746.htm



O INFLUENTE CHICO FRAGA
Dos gabinetes do poder ao banco dos réus
Quem é o homem a quem investigações federais atribuem bens avaliados em R$ 10 milhões e influência de Canoas a Brasília

Uma investigação da Polícia Federal (PF) que rastreou bens avaliados em R$ 10 milhões supostamente acumulados de forma ilícita por Francisco José de Oliveira Fraga, o Chico Fraga, 58 anos, mostra a rotina de um homem de posses suspeito de fazer ligações clandestinas de TV a cabo e de esconder o próprio endereço até do motorista.

O inquérito de lavagem de dinheiro concluído pela PF revela o alcance das articulações de um personagem avesso a holofotes mas capaz de estender sua influência além dos limites de Canoas, município onde atuou por sete anos como homem forte da administração do prefeito tucano Marcos Ronchetti (2001-2004 e 2005-2008).

Chico Fraga aparece em centenas de páginas da investigação como alguém capaz de passar do envolvimento em fraudes em licitações a ameaças para influenciar o rumo das CPIs da Merenda, em Canoas, e do Detran, na Assembleia Legislativa.

Interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça Federal flagraram Chico Fraga tentando viabilizar assuntos de seu interesse e de Ronchetti diretamente com o Palácio Piratini. Um dos principais contatos dele era a assessora pessoal da governadora Yeda Crusius, Walna Vilarins Meneses.

Referências ao poder de Chico Fraga nas três esferas são recorrentes nos relatórios da investigação. “Diante da atual crise política que atravessa o Executivo estadual, por diversas vezes Fraga foi contatado para aconselhamento”, diz um trecho. “Francisco é bem relacionado no meio e que tem influência em diversas esferas do governo”, sustenta outro.

Viagens para Brasília e contatos frequentes com parlamentares da Câmara e do Senado também foram retratados na investigação. Em um dos relatórios, uma passagem revela:

“Outro fato relevante é a intensa articulação de Francisco no que pertine a liberação de um financimento externo para o município de Canoas. (...) a liberação das verbas desse empréstimo conta com o empenho do parlamentar Eliseu Padilha e seus assessores, João Grando (Joca) e Santini, assessores do senador Sérgio Zambiasi, e está sendo acompanhada de perto por representantes de empresas privadas”.

Formado em Direito em 1988 pela Unisinos, Chico Fraga demonstrou, conforme informações reunidas pela PF, ampla capacidade de articulação simultânea: ao mesmo tempo que tratava da nomeação de um advogado de Canoas para uma vaga no Tribunal de Justiça, tentava evitar a transferência de um gerente do Banrisul do município.

Os primeiros contatos de Chico Fraga com o poder em Canoas ocorreram quando ele era um jovem estudante de Direito, morador do bairro Niterói. Considerado inteligente e articulado, foi convidado pelo vizinho Valdir Dall’Agnol para atuar na sua campanha a vereador pelo PDS (hoje PP). Chico Fraga assessorou Dall’Agnol na Câmara e depois na Secretaria de Educação. Chegou à prefeitura pela primeira vez em meados de 1985, como assessor do então presidente da Câmara, Francisco Biazus, que assumiu como prefeito por nove meses.

Seguiu assessorando detentores de mandato, mas só ganhou notoriedade em novembro de 2007 por ser um dos investigados pela fraude do Detran na Operação Rodin. Um mês depois, foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por outra fraude, a da merenda escolar, em Canoas. Filiado ao PTB na época, ele havia atuado em 2006 na campanha de Yeda ao governo do Estado. Era quase um desconhecido no partido.

– Ele não tinha atuação partidária no PTB, não frequentava reuniões, só tratava de assuntos do PSDB – diz o senador Sérgio Zambiasi (PTB).

Assessores do PTB lembram de tê-lo conhecido apenas quando ele decidiu se desfiliar, ano passado. Quando a Rodin foi deflagrada, o tipo de influência que ele exercia na prefeitura de Canoas já ocupava relatórios da Justiça Federal sobre irregularidades em compra de merenda, em investigação iniciada pelo MPF em 2006.

Relatos de testemunhas davam às autoridades a dimensão do poder do secretário de Governo: “Ele manda na prefeitura. Os secretários todos têm medo dele” ou “É o homem máximo dentro de uma hierarquia que se sobrepõe até ao gerenciamento do prefeito e sem a assinatura dele, sem a autorização dele, nada é feito na prefeitura”. Outra testemunha disse que certos processos tinham de passar necessariamente por Chico Fraga, que criava dificuldades para a aprovação de projetos a fim de “vender” facilidades.

Réu no processo cível da fraude da merenda, Chico Fraga se mostrou ousado: acertou que sua defesa seria feita pelos advogados contratados por uma das empresas investigadas no caso, segundo relatórios da PF. Em meados de maio de 2008, foi processado também pela fraude do Detran.

– Não existe nada contra Chico Fraga na Operação Rodin (que investigou o Caso Detran). Ele foi colocado naquele contexto por uma reunião da qual teria participado, mas que outros envolvidos não confirmam. Ele responde apenas por advocacia administrativa, não tem relação com desvio de dinheiro – diz Ricardo Cunha Martins, seu advogado.

Na época, o então secretário já era alvo de nova investigação sobre fraudes em licitações de obras de infraestrutura, a chamada Operação Solidária. O rombo apurado, conforme a PF, seria em torno de R$ 300 milhões. Foi nesse contexto que a PF desnudou uma rede envolvendo construtoras, empresários e agentes públicos estaduais e federais e verificou que Chico Fraga teria enriquecido ao intermediar negociações de licitações e contratos públicos.

Foi aberto um inquérito específico por lavagem de dinheiro no qual Chico Fraga e outros 20 suspeitos já estão indiciados pela PF. A apuração identificou em nome do ex-secretário de Governo de Canoas e de pessoas ligadas a ele cerca de 60 bens, a maior parte imóveis situados em Porto Alegre, Canoas e no Litoral Norte, além de veículos e aplicações financeiras.

Do Blog da Rosane em 05.07.09 http://images.google.com.br/imgres?imgurl=http://zerohora.clicrbs.com.br/rbs/image/6629818.jpg&imgrefurl=http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default2.jsp%3Fuf%3D1%26local%3D1%26source%3Da2568671.xml%26template%3D3898.dwt%26edition%3D12640%26section%3D1007&usg=__nQqdV_G2bSPJ831t4ylVcurSxnk=&h=300&w=328&sz=57&hl=pt-BR&start=6&tbnid=DvWTzBQQaRXhPM:&tbnh=108&tbnw=118&prev=/images%3Fq%3Dchico%2Bfraga%26gbv%3D2%26hl%3Dpt-BR%26client%3Dfirefox-a%26rls%3Dorg.mozilla:pt-BR:official%26sa%3DG

Servidores da Prefeitura decidem entrar em greve na terça-feira


Paralisação foi definida durante assembleia ocorrida no plenário da Câmara.
Da Redação
   
Novo Hamburgo - Os servidores municipais de Novo Hamburgo decidiram, em assembleia, paralisar a partir da próxima terça-feira. A manifestação é um protesto contra os três projetos apresentados pelo Executivo que colocam em extinção o Plano de Carreira do funcionalismo e do magistério. A matéria deve ir à votação na terça e quinta-feira da semana que vem. Cerca de 200 municipários participaram da assembleia realizada no Plenário da Câmara de Vereadores.
[...]
http://www.jornalvs.com.br/site/noticias/geral,canal-8,ed-60,ct-194,cd-224968.htm

Contratos emergenciais vão qualificar diagnósticos da gripe A no Estado
[...]
http://www.jornalvs.com.br/site/noticias/geral,canal-8,ed-60,ct-978,cd-224907.htm

Nota: Além de atrasado, é insuficiente (24 pessoas) e não foi feito concurso.

Livros escolares vão para o lixo e diretora é afastada
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo afastou nesta terça-feira (27) a diretora e a vice-diretora de uma escola em Ribeirão Preto, interior do Estado, depois que livros didáticos da rede estadual de ensino foram encontrados em uma caçamba de lixo na periferia da cidade. Em nota, a secretaria frisou que "não admite que culpem os alunos antes de que qualquer apuração seja concluída e que haja tal descaso para com o bem público, no caso, os cadernos escolares". A quantidade de livros abandonados ainda é desconhecida, mas a estimativa inicial dá conta de que são milhares. A maior parte do material ainda não havia sido usada pelos alunos e muitos livros ainda estão embalados. Os exemplares de várias disciplinas do ensino médio, como filosofia, química, língua portuguesa e matemática foram achados ontem. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público.

http://www.camera2.com.br/noticia_ler.php?id=189781


Governadora anuncia mais benefícios no Dia do Servidor Público

Da Redação
Agência Pará

Realização de concursos públicos, mesa permanente e democrática de negociação salarial, investimentos em qualificação profissional e auxílio alimentação para todos os servidores são alguns dos avanços registrados pelo funcionalismo público estadual nos últimos três anos. E nesta quarta-feira (28), Dia do Servidor Público, a governadora Ana Júlia Carepa proporcionará mais um importante benefício aos servidores. Ela assinará às 10 horas, no auditório do Palácio dos Despachos, convênio com o Banco do Brasil para permitir ao funcionalismo estadual, enquanto pessoa física, o acesso a crédito para financiamento de imóveis.

Em comemoração à data, a governadora também anunciará após a assinatura do convênio com o BB a contratação de mais servidores aprovados em concurso para a Secretaria de Estado de Educação (Seduc).
[...]
Reajustes - Quando assumiu o governo do Pará, em 2007, Ana Júlia Carepa reajustou em 10% os vencimentos dos servidores públicos estaduais. "Foi o maior reajuste concedido por um governador em todo o país", garantiu Roberto Sena. Em 2008, houve reajuste entre 7 a 10%, e em 2009 os aumentos variaram de 6 a 9%.


Outro avanço para o funcionalismo público estadual foi a retomada dos concursos públicos. Em apenas três anos de gestão já foram realizados mais de 27 concursos e contratados mais de 27 mil novos servidores, segundo dados da Secretaria de Estado de Governo (Segov. Entre os órgãos da administração pública que tiveram os quadros funcionais renovados pelos concursos estão as Secretariasde Segurança Pública (Segup), de Educação (Seduc) e de Saúde Pública (Sespa).

A próxima etapa no processo de valorização do servidor público é a a implantação do Plano de Cargos e Salários. "Já estamos avançando nas discussões e, em breve, esta meta do movimento sindical deverá ser uma realidade", disse Roberto Sena.

http://www.agenciapara.com.br/exibe_noticias_new.asp?id_ver=53002

Nota: Que pena que essa reportagem não é aqui no RS. Mesmo assim, PARABÉNS a todos nós, Funcionários Públicos, que no meio das agruras do governo yeda continuamos  Educando, Resistindo e Lutando!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Aposentadoria de luxo paga a 994 ex-autoridades supera 25 mil benefícios do INSS

Cálculo leva em conta as aposentadorias de quem recebe um salário mínimo; ex-presidentes, ex-deputados, ex-senadores etc. custam R$ 150 milhões por ano



Mais de 20 milhões de brasileiros trabalharam a vida inteira para conseguir o que alguns políticos alcançam em dois anos de mandato: a tão sonhada aposentadoria. Em pouco mais de um século de República, o Brasil já conseguiu engordar a conta bancária de ex-autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário.


Apesar de apresentar menor número que os assalariados da iniciativa privada, essa casta de aposentados consegue ser bem mais onerosa para a nação graças aos benefícios que o Estado garante, estendendo também as bondades aos parentes dessas autoridades.



Somente 994 aposentados de luxo, considerando os ex-presidentes, ex-deputados, ex-senadores, ex-governadores e ex-ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e STM (Superior Tribunal Militar), custam aproximadamente R$ 150 milhões por ano, segundo informações levantadas pelo R7 nas assessorias do Congresso, Casa Civil e STF.


Isso sem contar o direito ilimitado que as ex-autoridades têm em relação a plano de saúde e outros benefícios que variam de acordo com o cargo. Com o que os governos gastam para pagar os aposentados de luxo, seria possível oferecer mais de 25 mil aposentadorias por ano para quem recebe um salário mínimo.


A Bahia quer ampliar esse benefício e tenta aprovar na Assembleia Legislativa um projeto que dá pensão vitalícia de R$ 12 mil para mulher e filhos de ex-autoridades que ficarem no comando de algum cargo no governo do Estado por pelo menos dois anos.

Gilmar Mendes defende punição para atos criminosos cometidos por movimentos sociais


O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, defendeu nesta segunda-feira, 26, punição e aplicação da lei para crimes cometidos por movimentos sociais.

"O Estado de Direito precisa estar presente. Não acredito que haja preocupação com a criminalização dos movimentos sociais. Agora, ato criminoso praticado por qualquer pessoa deve ser tratado como crime", disse Mendes no Congresso Nacional de Direito Agrário, em São Paulo.

Ontem, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) criticou a criminalização dos movimentos sociais.
[...]
Sem dinheiro, Fundação Sarney decide fechar as portas no MA

Fundação que leva o nome do presidente do Senado, José Sarney, foi alvo de denúncias de irregularidades e não consegue financiamento para continuar a funcionar.
[...]

Paulo Maluf diz que vai tentar reeleição na Câmara em 2010

O ex-prefeito de São Paulo e presidente do PP estadual, deputado federal Paulo Maluf (PP), afirmou nesta segunda-feira que vai disputar a reeleição na Câmara nas eleições de 2010.

O PP lançou a pré-candidatura do deputado federal Celso Russomanno ao governo de São Paulo. Nas eleições do ano passado, houve uma briga interna no partido, que escolheu Maluf para disputar a prefeitura da capital paulista e não Russomanno.

Tudo está em http://www.camera2.com.br/noticias.php?page=2

Escolas da rede estadual elegem diretores nesta quarta-feira, 28

O pleito para a escolha dos novos diretores das cerca de 2,6 mil escolas estaduais será realizado nesta quarta-feira (28), com votação realizada nas próprias escolas. Poderão votar professores, funcionários, pais e alunos a partir da 4ª série do Ensino Fundamental e maiores de 12 anos. Concorrem ao cargo de direção nas escolas para os próximos três anos os membros do magistério e servidores de escola estáveis com curso superior em Educação, com prévia inscrição, conforme regulamento.
[...]
Governo divulga calendário de pagamento do funcionalismo em outubro
O secretário da Fazenda, Ricardo Englert, divulgou o calendário de pagamento do funcionalismo para o mês de outubro. Nos dias 28, 29 e 30 serão depositados R$ 424,4 milhões para pagar os vencimentos de 272.564 matrículas do Poder Executivo.

Calendário de pagamento do funcionalismo para o mês de outubro:

28 (quarta-feira) - Magistério, Quadro Geral, Quadro Servidores de Escola e Inativos Ferroviários

29 (quinta-feira) - Categorias de Nível Médio da Segurança e da Saúde

30 (sexta-feira) - Demais servidores


Bicicleta elétrica consome R$ 0,01 por quilômetro

Nem carro, nem moto. O meio de transporte mais vendido no Brasil é a bicicleta. São 5,3 milhões de modelos comercializados por ano. Mas a grande novidade são as bicicletas elétricas --ou "e-bikes", como são conhecidas.

Apresentadas como tendência para o transporte até 14 km por dia (média de deslocamento nas capitais), as "e-bikes" atingem velocidade de 40 km/h e consomem R$ 0,01 de energia por quilômetro rodado.

http://www.camera2.com.br/noticias.php?page=2

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Uma categoria Modesta

Siden Francesch do Amaral*

Uma noite dessas, navegando na internet, me deparei com a oferta de vários concursos, em nível municipal, estadual e federal. Muitas dessas vagas oferecidas são tentadoras por apresentarem um salário compensador.

Por curiosidade comecei a pesquisar as ofertas de empregos examinando a faixa de salários, a carga horária de trabalho semanal e a escolaridade exigida.  Para que você leitor acompanhe melhor minha linha de raciocínio irei declinar alguns exemplos:

       a)   Cargo: Assistente Técnico-Administrativo; Escolaridade: Ensino médio concluído ou equivalente; Remuneração: Até R$ 2.590,42 (Receita Federal); (inscrições encerradas);

       b)     Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil; Escolaridade: Curso Superior concluído, em nível de graduação; Remuneração inicial:  subsídio mensal no valor de R$ 7.624,56; (inscrições abertas, qualquer curso superior);

      c)      Correios: vários cargos para Ensino superior com salário inicial de 3.431,06; (aguardando publicação do edital).

Estes são apenas alguns exemplos. Então, fiquei pensando com meus botões: Nós, trabalhadores em educação, estamos  lutando pelo modesto piso (o “p” minúsculo é proposital) de R$ 950,00  para 40 h. E a governadora do Estado lidera uma ADIN no STF alegando a impossibilidade de pagar o piso. Perdoem os mais sensíveis, mas isso não é apenas falta de vontade política ou problema de Gestão, é também, na verdade, Falta de Vergonha. 

Pois, comparando então: O salário de um professor com o piso Nacional, com graduação e mantido o nosso Plano, para início de Carreira seria em torno de R$1.700,00,  o que comparado com  os salários acima, não deixa de ser ridículo. Um governo que afirma que não pode pagar um modesto piso (R$ 950,00)  para os educadores, como esse, não tem competência para governar e seria mais digno, que em vez de apelar para o STF, renunciasse ao cargo.

Seria cômico, se não fosse trágico, quando alguns governantes parecem confundir Piso com Teto, diferença fácil, para qualquer  semi-analfabeto, embora alguns chefes de executivo tenham dificuldade nesse entendimento. Então, só posso concluir, que o analfabetismo funcional também já afeta os nossos governantes e, diga-se de passagem, inclusive aqueles com Curso Superior. 

Outra ironia é quando se negam a cumprir o 1/3 de horas atividades. Desconheço outra profissão em que trabalhador leve trabalho para casa, como corrigir provas, preparar aulas, fechar notas... Aliás, nos concursos citados acima, a carga horária é de 40 h semanais,  e o servidor,  não leva nada para fazer em casa. Na minha modesta opinião, acredito que a fração de horas atividades deveria ser ½ (50%) e meu argumento é simples: Por que o professor tem que trabalhar de graça em casa?  Uma profissional aqui perto de casa, cobra por peça a roupa que leva para passar na sua residência. Poderíamos cobrar por prova ou por  trabalho corrigido nos momentos que deveriam ser de nosso descanso. O que acham? Repito, por que temos que trabalhar de graça em casa?

Não podemos  mais aceitar a desculpa de falta de dinheiro, pois já sabemos que quando os governantes querem,  o mesmo aparece, não falta e até sobra, inclusive para mobiliar a casa da governadora.

Todos os fatos elencados me levam a concluir que somos realmente, uma categoria muito modesta em nossas pretensões. Um piso de R$ 950,00 é o mínimo que se pode exigir à dignidade da categoria; 1/3 dedicado para atividades significa, ainda, que iremos trabalhar de graça em momentos, que deveriam ser de nosso lazer. Está comprovado que dinheiro não falta. Choque de Gestão, em vez de perpetuar a miserabilidade de uma categoria, deveria ser também uma forma de resgatar profissionais, financeiramente por anos massacrados,  que têm como missão conduzir a sociedade a novos caminhos. 


 Um governo que reajusta seu salário em 143% não tem respaldo moral para falar em dificuldade de gestão financeira. Desculpem se insisto, não é falta de dinheiro, é sim falta de vergonha. E o magistério tem que deixar essa modéstia de lado. Não se deixem iludir com essa conversa de Crise. Que crise é essa, que permite aumentar o salário da governadora, em números redondos, de R$ 7.000,00 para R$ 17.0000,00? Chega de Crise sempre para os mesmos.

Para que não digam que só critico a governadora YEDA, essa crítica  vale também para os Prefeitos, inclusive aqueles que se dizem de esquerda, que se apoiando na desculpa da Crise, fazem manobras para destruir os Planos de Carreira dos Educadores. Começaremos a acreditar na famigerada Crise, quando os Prefeitos, Governadores, Deputados e Vereadores reduzirem seus polpudos salários em 50%. E por falar em reduzir salários, existe uma infinidade destes, com ampla margem de “gordura”, que podem ser reduzidos. Dêem uma olhada nos altos salários, do Judiciário, executivo e legislativo... Chega de balela, a maioria destes salários, o funcionário que o percebe, desempenha uma função que tem menos desgaste físico e intelectual do que os educadores. E antes que me venham com a conversa sobre responsabilidade do cargo, pergunto: Alguém consegue ser governador, prefeito, etc... sem passar pelo trabalho do professor?

Concluo, afirmando que a dificuldade maior,  para que a categoria avance na conquista de sua dignidade profissional,  é contentar-se com muito pouco. Temos que deixar nossa modéstia de lado e exigir que nos paguem, pelo menos, um pouco que nosso trabalho vale. Chega de reivindicar migalhas.  E não caiam nessa falácia de Crise. Para os altos salários nunca existe Crise...

Siden Francesch do Amaral é Professor e Diretor no 14º Núcleo do CPERS/Sindicato e Membro do Conselho Geral da Entidade

Estado seleciona professores para a Universidade Estadual do RS


A partir desta segunda-feira e até o dia 24 de novembro encontram-se abertas as inscrições para o concurso que selecionará professor adjunto na área de Energias Renováveis para a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs). Serão duas vagas para a Região I (Cidreira, Guaíba, Novo Hamburgo e Porto Alegre). As inscrições devem ser feitas na sede da Reitoria da Uergs (Rua Sete de Setembro, 1156), em Porto Alegre.

Para a homologação da inscrição, o candidato deverá apresentar documentos que comprovem a conclusão de curso de Doutorado ou título de Livre-Docência, com validade nacional, obtido na respectiva área de conhecimento do concurso, além de outros comprovantes solicitados no edital, publicado no Diário Oficial do Estado de sexta-feira (23).

Mais informações pelo telefone (51) 3288-9076.

O efeito Bolsa-Família em 85 cidades
O efeito Bolsa-Família em 85 cidades O emprego formal é praticamente inexistente nos municípios brasileiros no topo da lista de beneficiários do Bolsa Família. Em Presidente Vargas, no Maranhão, contam-se nos dedos de uma mão empregos com carteira assinada no setor privado.

Segundo reportagem de Regina Alvarez na edição dste domingo do jornal O GLOBO, o município tem 10 mil habitantes e 2.292 domicílios; 1.832 famílias (80%) recebem o auxílio do governo e só quatro pessoas têm emprego com carteira, segundo o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho.

A reportagem mostra ainda que, entre os cem municípios com maior cobertura do programa, 85 têm informações disponíveis sobre emprego formal.

Juntos, abrigam um milhão de habitantes e 259 mil domicílios, sendo que 184,3 mil famílias recebem o Bolsa Família - 71%. Já os empregos com carteira assinada no setor privado somam 14,1 mil, o equivalente a 1,3% dessa população.

http://www.camera2.com.br/noticias.php?limpa_sql=0

domingo, 25 de outubro de 2009

Alojamento Solidário

A partir desta semana estaremos fazendo cadastramento de sócios(as) do nosso Núcleo que queiram hospedar por uma semana, sócios(as) dos outros 41 Núcleos do CPERS de todo o Estado, por ocasião do Fórum Social Mundial que ocorrerá em janeiro.

Contaremos com a solidariedade e a inscrição de cada sócio(a), hospedando, no mínimo, um colega educador gaúcho, também sócio(a), de outro Núcleo.


Aguardem a Ficha de Inscrição, para declarar preferências e opções.


Um outro mundo é possível. Educar, também é hospedar!

Aniversário

Os dez anos do Fórum Social Mundial (FSM) serão comemorados em 2010. Para marcar a data, o FSM deve retornar ao Rio Grande do Sul, local da primeira edição, em 2001. Mais especificamente, em quatro cidades: Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo.No dia 18 de março, os prefeitos de São Leopoldo, Ary Vanazzi, de Novo Hamburgo, Tarcísio Zimmermann e de Canoas, Jairo Jorge, todos do PT, fizeram uma primeira discussão sobre o assunto. O encontro ocorreu em Canoas.
[...]
O Fórum Social Mundial teve sua primeira edição em janeiro de 2001, em Porto Alegre. Ele surgiu como um contraponto ao Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça. É organizado por movimentos sociais como o objetivo de elaborar alternativas para a transformação social global. Por quatro edições (2001, 2002, 2003 e 2005) ele ocorreu no Brasil. Em 2004, foi na Índia, em 2006, ocorreu de forma descentralizada, em 2007, esteve em Nairobi, no Quênia. No ano de 2008, voltou a ser descentralizado e em 2009, ocorreu novamente no Brasil.

http://boa-luta.blogspot.com/2009/03/prefeitos-discutem-realizacao-do-forum.html

sábado, 24 de outubro de 2009

A tartaruga em cima do poste

Já que o fim de semana chegou, vou publicar aqui a piada que a Colega Cíntia deixou no Orkut para nossa alegria. Hehe!

Enquanto suturava um ferimento na mão de um velho gari, cortada por um caco de vidro indevidamente jogado no lixo, o médico e o paciente começaram a conversar sobre o país, o governo e, fatalmente, sobre a Yeda.

O velhinho disse : “Bom, o senhor sabe... a Yeda é como uma tartaruga em cima do poste...”

Sem saber o que o gari quis dizer, o médico perguntou o que significava uma tartaruga num poste. 

E o gari respondeu:

"É quando o senhor vai indo por uma estradinha, vê um poste e lá em cima tem uma tartaruga tentando se equilibrar. Isso é uma tartaruga num poste”.

Diante da cara de interrogação do médico, o velho acrescentou:

“Você não entende como ela chegou lá; 

você não acredita que ela esteja lá;

você sabe que ela não subiu lá sozinha; 

você sabe que ela não deveria nem poderia estar lá; 

você sabe que ela não vai fazer absolutamente nada enquanto estiver lá; 

você não entende por que a colocaram lá. 

Então, tudo o que temos a fazer é 'ajudá-la' a descer de lá, e providenciar para que nunca mais suba, pois lá em cima definitivamente não é o seu lugar..."

Ajude a tartaruga a descer do poste!*